Homem se entrega à polícia e confessa que atirou em dona de joalheria durante assalto em Ametista do Sul

Ao se entregar, homem alegou que o tiro foi acidental

Foto: Josias Marques/Portal In Foco RS

Na tarde desta sexta-feira (3), um homem, de 21 anos, confessou que atirou em Inês Ribeiro, proprietária da joalheria assaltada em Ametista do Sul, no Norte do Rio Grande do Sul, na quinta-feira (2). Outros dois suspeitos de envolvimento no crime já haviam sido presos pela polícia.

Segundo informações dos delegados de polícia Ercílio Carletti e Eduardo Ferronato Nardi, o suspeito se apresentou na delegacia de Polícia de Frederico Westphalen (RS). Acompanhado de um advogado, o homem foi interrogado. Durante o depoimento, ele admitiu participação no assalto e disse que foi ele quem atirou na nuca da vítima, mas alegou que o disparo foi acidental.

A Polícia Civil irá indiciar o trio pelo crime de latrocínio — roubo com morte. Antes de terminar a investigação, os agentes irão verificar ainda se houve a participação de outras pessoas no assalto.