Grupo que tentou explodir muro de penitenciária é condenado a 234 anos de prisão em Santa Catarina | ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Grupo que tentou explodir muro de penitenciária é condenado a 234 anos de prisão em Santa Catarina

As penas individuais variam entre 31 e 41 anos

Foto: Reprodução/Tribunal de Justiça de Santa Catarina

Um grupo de sete homens, acusados por participarem da explosão de um muro da Penitenciária Industrial de Joinville, em 2018, foi condenado a 234 anos de reclusão em regime fechado. As penas individuais variam entre 31 e 41 anos. O julgamento aconteceu na quinta-feira (13) e durou 14 horas – das 8h às 22h.

O Ministério Público apurou que o grupo tinha a intenção de libertar um detento da unidade. A explosão do muro aconteceu no dia 13 de agosto de 2018, durante a madrugada, e envolveu nove acusados – dois deles, adolescentes. 

Os homens colocaram um artefato explosivo no muro do estabelecimento prisional, mas não houve detonação. No momento da ação, três agentes prisionais estavam numa guarita próxima e revidaram. Eles foram condenado por três tentativas de homicídio, organização criminosa e corrupção de menores.

Comentários do Facebook