Empresário é indiciado por injúria racial contra indígena - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Empresário é indiciado por injúria racial contra indígena

A informação foi divulgada nesta quinta-feira

Foto: Polícia Civil de Xaxim

Um proprietário de uma loja foi indiciado por crime de injúria racial. A investigação que apurou o crime foi concluída, nesta quinta-feira (17), pela Polícia Civil da comarca de Xaxim. O crime aconteceu contra um indígena, no município de Entre Rios. Segundo a Polícia Civil, o homem – ao pedir para usar o banheiro da loja – ouviu do proprietário que “índio não vai ao banheiro e sim vai no mato”.

A Polícia Civil,informou que o crime de injúria racial foi praticado no dia 20 de setembro de 2019. Logo após ter conhecimento dos fatos, a polícia iniciou as investigações que, segundo a Polícia Civil, comprovaram o crime.

Como aconteceu ?

De acordo com as investigações, no dia dos fatos, a vítima realizava compras em um estabelecimento, ocasião em que solicitou ao proprietário para utilizar o banheiro. O homem teve negado a entrada sob a justificativa que “Índio não vai ao banheiro e sim vai no mato”.

O dono do estabelecimento responderá criminalmente pela prática do crime de Injúria Racial (ofensa) descrito no artigo 140 § 3° do Código Penal. A pena pode ser reclusão de um a três anos e multa, informou a Polícia Civil.

As diligências foram coordenadas pelos Delegados Fernando Callfass e Gustavo Oliveira Altemar.

Comentários do Facebook