Após quatro dias de buscas, vítima que desapareceu durante passagem de ciclone é encontrada em SC

Segundo o Corpo de Bombeiros, subiu para 10 o número de mortes causadas pelo ciclone no estado

Informações Secom/SC

Foto: Divulgação/ CBMSC

O corpo de um homem, de 28 anos, foi localizado no rio Itajaí Mirim, preso em galhos, na manhã deste sábado. Ele é uma das vítimas que estava desaparecida desde que o ciclone extratropical atingiu Santa Catarina, na última terça-feira (30). A vítima desapareceu em Brusque, após cair de uma ponte pênsil. Foram quatro dias de buscas, até que as equipes encontraram o corpo da vítima.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o corpo do homem foi encontrado a cerca de 700 metros de onde aconteceu o acidente.

Buscas

Para localizar a vítima, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina empregou mergulhadores e dois binômios – dupla entre bombeiro militar e cão de busca.

Participaram da operação o sargento Jacques Romão e o cão Bravo, de Blumenau, além do cabo Carlos de Souza e a cadela Zaara, de Brusque.

Vítimas do ciclone

São 10 óbitos contabilizados pelo Corpo de Bombeiros por conta do ciclone. Uma das mortes foi registra em Chapecó, a vítima, uma idosa de 78 anos, foi atingida por uma árvore.

Uma pessoa ainda segue desaparecida, na cidade de Canelinha. O Corpo de Bombeiros mantém as buscas no Rio Tijucas com duas equipes. Uma equipe de mergulhadores segue em busca subaquática e outra equipe executa a busca superficial.