Rússia afirma que terá vacina aprovada contra Covid-19 em duas semanas

Informação foi divulgada pela CNN

Foto ilustrativa: Divulgação / Ministério da Saúde

A Rússia disse que deve ter uma vacina aprovada contra a Covid-19 até o dia 10 de agosto. A informação foi afirmada por fontes de Moscou ao correspondente da CNN Internacional, Matthew Chance, e divulgada na noite de terça-feira (28). 

Segundo a CNN, os próprios cientistas foram voluntários nos testes. Alexander Ginsburg, que atua como diretor do projeto, confirmou ter injetado a vacina em si mesmo.

A CNN aponta que a vacina foi criada pelo Instituto Gameleya, localizado em Moscou. Segundo as autoridades, o Brasil espera produzir até 200 milhões de doses até o fim do ano —dessas, 30 milhões seriam exclusivas para a Rússia.

Ainda não foram divulgados dados de segurança ou eficácia da vacina, que estaria na terceira fase dos testes clínicos.  Os pesquisadores querem concluir essa etapa em 3 de agosto e conduzir a terceira fase em conjunto com a vacinação de profissionais da saúde.