Picadas de animais peçonhentos aumentam no período de férias - ClicRDC | Notícias de Chapecó e região

Picadas de animais peçonhentos aumentam no período de férias

35% dos casos registrados em 2018, envolveram crianças

Em 2018, em Chapecó, foram registradas em 2018, 200 casos de acidentes com animais peçonhentos, desses, 71 envolvendo crianças.

Os acidentes por animais peçonhentos ocorrem quando há contato de humanos com animais que possuem a peçonha/veneno como mecanismo de defesa. Esse contato pode ocorrer através de mordidas, picadas, ferroadas, arranhões, contato com a pele ou ainda pela ingestão do animal peçonhento pela vítima.

Considerando que no verão existe um aumento da realização de atividades ao ar livre (como visitar parques, fazer trilhas) e de limpezas de habitações, quintais e terrenos, coincidindo com o período em que há deslocamento dos animais peçonhentos para alimentação e reprodução, deve-se atentar para as medidas de prevenção de acidentes:

a) utilizar equipamentos de proteção individual (EPIs) no manuseio de materiais de construção, lenhas, móveis, em atividades rurais, limpeza de jardins, quintais e terrenos, etc.;
b) observar com atenção os locais de trabalho e de passagem;
c) não colocar as mãos em tocas, buracos e espaços entre lenhas e pedras (utilizar ferramenta);
d) evitar aproximação de vegetação rasteira ao amanhecer e ao anoitecer (período de maior atividade de serpentes;
e) não mexer em colmeias e vespeiros (contatar autoridade local);
f) inspecionar antes do uso roupas, calçados, roupas de cama e banho, panos, tapetes, e afastar camas das paredes;
g) não depositar lixo, entulho e materiais de construção junto às habitações;
h) evitar que plantas e folhagens se encostem nas casas;
i) fazer controle de roedores (servem de alimento para serpentes);
j) evitar acampar em áreas onde é sabido que há roedores e serpentes;
k) não fazer piquenique às margens de rios, lagos e lagoas, e não se encostar em barrancos durante pescarias;
l) limpar regularmente e com EPIs móveis, cortinas, quadros, paredes e terrenos baldios;
m) vedar frestas, buracos, portas, janelas e ralos;
n) manter limpos jardins, quintais, paióis e celeiros;
o) combater insetos (especialmente baratas que servem de alimento para escorpiões e aranhas); e
p) preservar predadores naturais dos animais peçonhentos.

Serviço

Em caso de acidentes procure o serviço de saúde mais próximo de sua casa. Em Chapecó são 26 Centros de Saúde da Família que atendem das 07h30 às 11h30 e das 13 às 17 horas. Uma UPA – Unidade de Pronto Atendimento 24 horas, um PA – Pronto Atendimento no bairro e Efapi, além dos hospitais da Criança, Regional e particulares.