Hospital no Oeste Catarinense oferece visita segura aos pacientes com Covid-19

Paciente que estava há mais de 10 dias internado recebeu a visita da filha e esposa

Foto: Divulgação/Hospital Regional Terezinha Gaio Basso

O Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, em São Miguel do Oeste encontrou uma forma segura de realizar encontro de familiares, com pacientes internados por suspeita ou confirmação de Covid-19. Conforme informações do hospital, a comunicação com membros da família ocorre através de um vidro instalado exclusivamente para esse contato, que proporciona segurança para todos os envolvidos.

Segundo o hospital, o paciente Rodrigo de Oliveira, de 42 anos, de São Domingos (SC), está internado há mais de 10 dias e recebeu a ‘Visita Segura’ da esposa e do filho, na última sexta-feira (7). Essa foi a primeira família a vivenciar a experiência.

A gerente de enfermagem, Márcia Dreher relatou que as imagens falam por si. “Estavam há dias sem se ver, somente por vídeo chamada. A Visita Segura foi importante para eles sentirem a energia um do outro e foi lindo”, diz Márcia.

A proposta visa trazer segurança, conforto e bem-estar emocional aos pacientes e familiares, para oportunizar um momento especial, frente a frente, entre visitante e paciente. O projeto é realizado no setor de enfermaria, com a coordenação da equipe multidisciplinar e de enfermagem da Unidade.

Segundo o hospital, diversas normas e critérios são avaliados no que se refere à saúde do visitante, tal como: a faixa etária; não apresentar comorbidades; não estar acometido pelos sintomas do novo coronavírus; não estar em isolamento devido a contato recente com contaminado, dentre outros estipulados em termo que é assinado pelo familiar/visitante.

A visita ocorre em horário marcado para que não altere a rotina de trabalho do Hospital. A gerente Márcia também explica que somente pacientes com longos períodos de internação poderão receber a ‘Visita Segura’.