Homem morre com suspeita de dengue grave em SC - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Homem morre com suspeita de dengue grave em SC

Vítima 54 anos morreu na segunda (4), após quatro dias de internação. Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive-SC) acompanha investigação

*Informações G1

Um homem de 54 anos, de Itajaí morreu na segunda-feira (4) após ficar quatro dias internado no hospital. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive-SC) acompanha a investigação da causa da morte com suspeita de dengue grave. Amostras de sangue foram coletadas e enviadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

Foto: Agência Estadual de Notícias

O paciente estava no Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí. A Secretaria de Saúde do município confirmou a suspeita de dengue grave, mas diz que também não descarta outros tipos de doença. Por isso, a apuração continua.

A dengue grave ocorre quando a doença evolui para formas mais perigosas. Antes de 2014, ela era conhecida como hemorrágica.

Segundo a Dive-SC, não há casos de morte por dengue desde 2016 em Santa Catarina e não houve nenhum caso de dengue grave este ano no estado.

O número de casos confirmados de dengue em Santa Catarina neste ano chegou a 17, conforme boletim mais recente divulgado pela Dive-SC, em 28 de fevereiro. O número é relativo ao período de 30 de dezembro de 2018 a 23 de fevereiro de 2019.

Dengue grave

A dengue grave pode atingir qualquer pessoa infectada com dengue, mas é mais comum em quem já teve a doença anteriormente.

Ela tem sintomas semelhantes à forma clássica da doença, porém é caracterizada por dores fortes abdominais e por sangramentos no nariz e na gengiva. As pessoas que apresentarem esses sinais devem procurar um posto de saúde.