Grande procura marca o primeiro dia de vacinação contra a gripe em Chapecó

De acordo com a Prefeitura Municipal, os postos de saúde podem registrar falta temporária de dose

Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

A segunda-feira (23) foi marcada por ser o primeiro dia da 22ª Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza (gripe), que nesta etapa, visa imunizar idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde Em Chapecó, a procura nos 26 postos de saúde e nas duas Escolas de Educação Básica – Pedro Maciel e Tancredo Neves – foi grande, tanto que os estoques de doses estão quase esgotados no município.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Chapecó, Diane Negri, o município recebeu, inicialmente, cerca de 8.200 doses, que foram distribuídas em todos os espaços que realizam a vacinação. Diane acrescenta que até o final do dia, é provável que essas doses esgotem no município – informação que será divulgada pela Administração Municipal.

Para a população que faz parte do grupo e ainda não se vacinou, a orientação agora é ter calma: “A gente provavelmente vai receber mais uma remessa da nossa regional a partir de quarta ou quinta-feira e vamos iniciar novamente a distribuição. Vamos receber um quantitativo de mais ou menos quatro mil doses” disse. 

“Neste ano, por conta do coronavírus e por conta da ampla divulgação , as pessoas aqui de Chapecó foram se vacinar, e é bom que façam. Pode ser que em algum momento possa faltar – mas essa falta vai durar ali 20 horas, 24 horas, e em algum momento, 36 horas (um dia e meio)”, disse o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon. A Administração Municipal recomendou, ainda, que para quem procura a unidade de saúde e não encontra mais doses, a recomendação é procurar as escolas. 

A vacinação

A Secretaria da Saúde pretende imunizar, até o fim da campanha, pelo menos 90% do público-alvo, que abrange 59.874 pessoas em Chapecó. No primeiro dia, de acordo com a avaliação do prefeito de Chapecó, a procura foi tranquila. “Os idosos foram com paciência, bem organizados, sem nenhum contato pessoal, com a distância recomendada de um metro e meio dois metros”, relatou Buligon. 

A primeira fase da Campanha de Vacinação vai até o dia 16 de abril, para idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde. Até o dia 22 de maio, que marca o fim da campanha de vacinação, os públicos vacinados serão:

4.971 – Crianças (6m a <2a)

7.574 – Crianças (2 a 4anos)

2.522 – Crianças (5 anos)

5.818 – Trabalhador da Saúde

2.486 – Gestantes

409 – Puérperas

1.490 – Indígenas

15.758 – Idosos

13.130 – Comorbidades

2.616 – Professores

2.422 – Privados de liberdade Adolescentes e jovens sob medida socioeducativa

678 – Funcionários do Sistema Prisional

Para realizar a vacinação, o público deve procurar um dos 26 postos de saúde do município, das 07h às 19h, ou as duas escolas que foram preparadas para a vacinação, das 8h às 18h.