Fake News: 27 pessoas morrem após beberem álcool adulterado por acreditarem na cura do Coronavírus

A informação foi confirmada nesta segunda-feira

Foto: Warley de Andrade/TV Brasil

Nesta segunda-feira (9), a agência oficial do Irã, Irna informou que 27 pessoas morreram intoxicadas após beberem álcool adulterado. Conforme a agência, as vítimas ingeriram o líquido por acreditarem em uma Fake News, de que as bebidas alcoólicas curam o Coronavírus. 20 mortes ocorreram na província de Khuzestán, no Sudoeste do Irã e sete em Alborz, próximo a capital do país, Teerã.

Junto com a China e a Itália, o país Islâmico é uma das nações quem mais registraram mortes, com 237 óbitos. Conforme informou Agence France-Presse (AFP), o consumo de álcool no Irã é proibido desde a revolução iraniana em 1979.