Coronavírus: Santa Catarina conquista a habilitação de 125 novos leitos de UTI junto ao Ministério da Saúde

Conforme o governo, Oeste Catarinense receberá 17 novos leitos

Foto: Robson Valverde/ SES

Uma portaria do Ministério da Saúde (MS) publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira, 20, habilitou 125 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o atendimento a pacientes Covid-19 em Santa Catarina. As habilitações atendem a 13 unidades hospitalares, ampliando a oferta em todas as regiões catarinenses e representando investimento de R$ 18 milhões do MS.

“Esse é mais um passo importante no enfrentamento à doença em Santa Catarina. Com um esforço constante, desde o início da pandemia, já criamos 396 novos leitos de UTI na rede pública e assim ampliamos o atendimento a esses pacientes”, destaca o governador Carlos Moisés.

Pela portaria nº 1.384, a habilitação tem validade de 90 dias, prorrogáveis por igual período, para atendimento exclusivo a pacientes de Covid-19. Os recursos serão disponilizados aos municípios e Estado de Santa Catarina em parcela única. Por cada diária do leito serão pagos R$ 1,6 mil, o dobro do que normalmente é repassado.

O secretário André Motta Ribeiro destaca que o compromisso do Governo do Estado é com a ampliação de oferta de serviços de saúde para a população catarinense. “Essas habilitações reforçam a premissa de que o trabalho da nossa equipe técnica está exclusivamente focado na missão principal da SES, que é a de salvar vidas”, disse.

De acordo com o boletim epidemiológico mais recente de Santa Catarina, publicado na noite de quarta-feira, 20, o Estado tem 1.210 leitos de UTI SUS ativos em Santa Catarina, com uma taxa de ocupação de 58%.

Novos leitos de UTI habilitados

Hospital Regional de Araranguá – 10 leitos

Hospital Municipal Ruth Cardoso (Balneário Camboriú) – 9 leitos

Hospital Maicé (Caçador) – 10 leitos

Hospital São Francisco (Concórdia) – 11 leitos

Hospital de Gaspar – 10 leitos

Hospital São José (Joinville) – 20 leitos

Hospital Regional Terezinha Gaio Basso (São Miguel do Oeste) – 6 leitos

Hospital Oase (Timbó) – 7 leitos

Instituto de Cardiologia (São José) – 9 leitos

Hospital Regional Dr. Homero de Miranda Gomes (São José) – 10 leitos

Hospital Universitário (Florianópolis) – 8 leitos

Hospital de Caridade (Florianópolis)- 5 leitos

Hospital de Florianópolis – 10 leitos.