Conheça os sintomas da Hérnia de disco cervical – ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Conheça os sintomas da Hérnia de disco cervical

Conteúdo Patrocinado

Sensação de formigamento, dormência e dor no pescoço que pode se espalhar para os ombros, braços e mãos. Esses são os principais sintomas da hérnia de disco cervical – deslocamento de parte do disco intervertebral que é a região entre uma vértebra e outra. A causa geralmente é o desgaste da coluna e a má postura.

Nos casos mais graves também ocorre redução da força muscular e dificuldade para movimentar o pescoço. Conforme o grau de deslocamento, a hérnia de disco passa  a comprimir um nervo, provocando as dores.

No Brasil, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a hérnia de disco atinge 5,4 milhões de brasileiros. 

A hérnia de disco cervical é uma patologia de origem mecânica que atinge os discos. No interior do disco existe uma substância chamada de núcleo, esse núcleo tem a consistência de creme dental.

O desgaste gradativo do disco faz com que esse núcleo “vaze” para fora e quando isso acontece ele vai se chocar contra os nervos da coluna.

O tratamento é feito com base na avaliação da localização, gravidade dos sintomas e grau de compressão dos nervos da coluna. 

O tratamento

O tratamento Doutor Hérnia é composto por um exame completo para chegar ao diagnóstico das disfunções do disco, são estudados exames complementares, como radiografias, tomografias e ressonância nuclear magnética, sempre correlacionando a imagem aos sintomas apresentados pelo paciente.

Para cuidar do problema sem intervenção cirúrgica, a franquia Doutor Hérnia criou um protocolo de tratamento, que contempla o ajuste mecânico gravitacional sobre o disco lesionado e gera uma descompressão discal, aliviando os sintomas. 

Em Chapecó há quase 5 anos, em nossa última estatística, a franquia alcançou resultados que comprovam que os pacientes atendidos pelo método Doutor Hérnia tiveram uma capacitação total da coluna vertebral em 95% dos casos.

Prevenção

Manter uma vida saudável e distante do sedentarismo é essencial. Realizar diariamente atividades físicas com orientação de um profissional ou alongamentos também contribui para o fortalecimento das musculaturas posturais, responsáveis pela estabilidade da coluna.

  • Controle o peso corporal para não sobrecarregar a coluna;
  • Evite o consumo de álcool e de cigarro, pois as substâncias presentes na composição de ambos provocam uma redução nos vasos que nutrem o disco intervertebral;
  • Tenha cautela ao carregar peso. A recomendação é transportar bolsas e mochilas que não ultrapassem mais de 10% do seu peso. Além disso, no caso de sacolas, divida o peso em dois volumes para equilibrar o volume;
  • Ao sentar-se para ler, escrever ou trabalhar, mantenha os pés sempre apoiados e escore as costas no encosto da cadeira;
  • No caso de mulheres, evite abusar do uso de saltos muito altos, pois provocam uma curvatura da região lombar;
  • Para lavar ou passar, utilize um banquinho para apoiar um dos pés, o que alivia a tensão lombar;
  • Evite realizar trabalho físico muito pesado para não ocasionar lesões na lombar;
  • Para dormir, não opte pela posição de bruços, pois ela aumenta a tensão lombar. O indicado é deitar-se de lado e colocar um travesseiro entre as pernas para alinhar a cervical. Para levantar da cama, vire-se na posição lateral e empurre o corpo para cima com a ajuda de um dos braços.

FONTE: saojoaquimonline.com.br/ gauchazh.clicrbs.com.br e Doutor Hérnia

Comentários do Facebook