Presidentes da Câmara e do Senado também foram alvos de hackers - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Presidentes da Câmara e do Senado também foram alvos de hackers

Ministro da Justiça, Sergio Moro, fez ligações aos alvos nesta quinta-feira para comunicá-los

Informações Diário Catarinense

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O ministro da Justiça, Sergio Moro comunicou nesta quinta-feira (25), os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), que eles também foram vítimas de ataques hackers.  A Polícia Federal prendeu na última terça-feira (23) quatro pessoas que estariam envolvidas com as invasões de celulares de autoridades.

Leia Mais: Celular de Bolsonaro foi alvo da ação de hackers, afirma Ministério

Maia já foi avisado, mas Davi está incomunicável. De acordo com assessoria, o presidente do Senado participa de uma festividade religiosa em Mazagão Velho, no interior do Amapá, sem sinal de telefone.

Segundo informações da PF, mais de mil pessoas podem estar na lista de alvos dos hackers. Em alguns casos, os ataques tiveram sucesso, mas em outros não – o que está em apuração. Mais cedo, o ministério da Justiça anunciou o presidente Jair Bolsonaro também foi vítima.

Para a Polícia Federal, Walter Delgatti Neto, preso na última terça sob suspeita de atuar como hacker, foi a fonte do material que tem sido publicado desde junho pelo site The Intercept Brasil com conversas de autoridades da força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba.

Em depoimento, Delgatti disse que encaminhou as mensagens ao jornalista Glenn Greenwald, fundador do site, de forma anônima, voluntária e sem cobrança financeira.

Comentários do Facebook