OUÇA AO VIVO

InícioPOLÍTICADória, Leite ou Virgílio: PSDB decide suspender prévias após falha em sistema...

Dória, Leite ou Virgílio: PSDB decide suspender prévias após falha em sistema de votação

Prévias irão decidir o candidato tucano à presidência da República em 2022

Foto: Divulgação/PSDB

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) decidiu suspender as prévias que indicariam o candidato tucano para a eleição à presidência da República em 2022, após uma falha no sistema de votação, neste domingo (21). João Dória, Eduardo Leite e Arthur Virgílio Neto são os três candidatos que disputam as prévias do PSDB.

“O processo de votação em aplicativo encontra-se pausado em razão de questões de infraestrutura técnica, que não comportou a demanda dos votantes das prévias. Os votos registrados neste domingo estão preservados e o PSDB está definindo, junto com os candidatos, em que momento o processo será retomado”, informou o PSDB através do Twitter.

Segundo o partido, as prévias terão uma nova data para reabertura do processo de votação, para que todos os filiados que não puderam votar neste domingo possam registrar o voto e concluir a escolha do candidato tucano.

- Continua após o anúncio -

Os votos recebidos tanto pelo aplicativo quanto por meio das urnas eletrônicas ao longo deste domingo serão totalizados ao final do processo de votação.

O PSDB ainda informou que todos os votos registrados desde a abertura da votação neste domingo estão válidos e serão computados. A nova data para a votação das prévias ainda não foi determinada pelo partido.


Confira os candidatos tucanos

João Doria é governador de São Paulo. Empresário e jornalista, tem 63 anos e é filiado ao PSDB desde 2001. Pelo partido, foi também prefeito da capital paulista.

Eduardo Leite é governador do Rio Grande do Sul. Filou-se ao PSDB em 2001 e militou na Juventude do partido. Foi vereador, presidente da Câmara Municipal de Pelotas e prefeito da cidade. Tem 36 anos e é formado em Direito.

Arthur Virgílio Neto é diplomata. Filiou-se ao PSDB ainda em 1989. Foi deputado federal por três mandatos e senador pelo estado do Amazonas. Aos 75 anos, foi também por três vezes eleito prefeito de Manaus.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

123,931FansLike
45,000FollowersFollow
59,705FollowersFollow
6,620SubscribersSubscribe