Chapecó contará com plataforma para auxiliar na tomada de ações no enfrentamento à Covid-19

Conforme o governador, caberá aos municípios decidir sobre medidas de restrição ou liberação de atividades

Foto: Leonardo Vassoler/ClicRDC

Nesta manhã de sexta-feira (29), o governador Carlos Moisés anunciou que uma ferramenta estará disponível aos municípios catarinenses. Ela deve auxiliar as equipes na tomada de decisão sobre o fechamento ou liberação das atividades não essenciais em cada cidade. Segundo o governador, na próxima segunda-feira (1º), não haverá nenhuma medida de liberação das atividades, nem de endurecimento, ou seja, segue tudo igual no estado.

O Governador destacou que os municípios terão o tempo necessário para avaliar a situação que cada localidade, após o início do funcionamento da ferramenta, e assim tomar a melhor decisão para cada local.



Reunião deve definir situação de Chapecó

O prefeito de Chapecó, que acompanhou a visita e a coletiva de imprensa, destacou que na próxima semana o comitê que acompanha a situação do coronavírus no município fará uma reunião. No encontro, que acontece no Centro de Eventos na terça-feira (2), será discutido se o município irá seguir com as restrições, liberar ou implementar novas medidas.



Coronavírus em Chapecó

O município contabiliza 962 casos confirmados de coronavírus, destes 436 são considerados recuperados e 522 pacientes são considerados ativos. Chapecó já registrou quatro mortes por Covid-19.

De acordo com o boletim, atualizado nesta manhã pela Administração Municipal, há 313 casos suspeitos. Desde o início da pandemia, 3.207 foram monitoradas e 1.329  casos foram descartados.