Celso Maldaner e Dário Berger tem disputa interna no MDB - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Celso Maldaner e Dário Berger tem disputa interna no MDB

Segundo Eduardo Pinho Moreira, intenção da sigla é lançar o Dário como candidato ao governo e Maldaner como presidente do partido

Senador Dário Berger e deputado federal Celso Maldanert
Foto: Ana Volpe/Agência Senado e Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Nos últimos meses, uma disputa interna tem movimentado os bastidores do Movimento Democrático Brasileiro (MDB). O senador Dário Berger e o deputado federal Celso Maldaner pretendem concorrer a presidente da sigla. Em entrevista ao colunista Moacir Pereira, do Diário Catarinense, a principal liderança do MDB, o ex-governador Eduardo Pinho Moreira falou que a intenção é lançar Dário como governador em 2022 e Maldaner como presidente da sigla, na convenção do partido neste sábado (1).

Segundo o jornalista Marcelo Lula, do SC em Pauta, no início do mês, os dois se encontraram em Palhoça para um entendimento. Segundo Marcelo, Dário justificou que é seu momento para ser presidente, por se o único senador do MDB. Além disso, o senador tem a intenção de se lançar ao Governo do Estado, por isso a presidência do partido seria de extrema importância. Em resposta, Maldaner argumentou que está há muitos anos no partido e que sua experiência lhe permite presidir o partido. Segundo o deputado, ele tem se preparado para isso.

Para manter a unidade do MDB, Pinho Moreira vai esgotar todas as possibilidades. Ele vai buscar um consenso entre o senador e o deputado.


Eduardo Pinho Moreira.
Foto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense

“Vou buscar um consenso entre o Dário Berger, que tem o maior mandato do partido, e o Celso Maldaner, com histórico de três mandatos de prefeito e quatro de deputado federal, com todos os méritos. Temos que buscar a convergência. Talvez o Dário abrindo mão para o Maldaner até as eleições municipais. E na Convenção deste sábado lançarmos o Dário Berger como nosso candidato a governador em 2022.”, disse Pinho Moreira à coluna de Moacir Pereira.

O ex-governador ainda lembrou que disputas internas no MDB são comuns.

“Creio que faltou comando, embora seja histórica a disputa interna no MDB: Jaison e Pedro Ivo, Pedro Ivo e Luiz Henrique, eu e o Paulo Afonso, eu e Dário e eu contra o Mariani. Os que saíram não tiveram sucesso na vida pública. O MDB não deve se dividir. Não temos mais gordura para queimar. Dário e Maldaner precisam se unir.”, falou o ex-governador ao Diário Catarinense.