Bolsonaro tenta trocar diretor-geral da Polícia Federal e Moro resiste

Os dois conversam na tarde de quinta-feira

Informações: G1

Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro comunicou, na quinta-feira (23), que deve trocar o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo. As informações são do blog da jornalista do Portal G1, Andréia Sadi. Segundo ela, aliados de Sérgio Moro já aguardavam a nova tentativa de substituir Valeixo. Moro, conforme informações de bastidores, resistiu à troca. 

Moro teria demonstrado perplexidade e informado que Valeixo é um nome de confiança, um dos policiais mais respeitados da instituição. Conforme relata Andréia Sadi, não há uma justificativa clara para trocar a direção da Polícia Federal. Andréia coloca, ainda, que o presidente quer um diretor-geral próximo à família Bolsonaro.

O blog afirma, ainda, que Moro,  resistiu à troca e disse que seria muito ruim para ele, à frente do Ministério da Justiça, perder o braço direito. Os aliados do ministro afirmam que a saída de Valeixo enfraquece o ministro. Moro, segundo avaliações do Ministério da Justiça, teria dificuldade em indicar um sucessor.

Até o momento, nenhuma informação foi publicada em diário oficial do Governo Brasileiro.