Helicóptero cai no mar com sete pessoas

A informação foi divulgada nesta sexta-feira

Por Agência Brasil


Sete sul-coreanos foram dados como desaparecidos depois que o helicóptero em que viajavam caiu na quinta-feira (31), em águas próximas às ilhotas Dodko, no mar do Japão, que Seul disputa com Tóquio. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (1º) pelas autoridades locais. Hoje as equipes de socorristas localizaram a aeronave. Um corpo também foi localizado e se acredita ser uma das sete pessoas desaparecidas.

Segundo a agência de notícias sul-coreana Yonhap, o helicóptero havia resgatado um pescador ferido perto das ilhas. Além do ferido, também estavam abordo um amigo do pescador e cinco oficiais de resgate. Dezenas de navios, helicópteros e barcos de pesca participam das operações de socorro.

Buscas

Três mergulhadores da Guarda Costeira da Coreia que procuravam no mar a 600 metros ao sul do arquipélago de Dokdo e 72 metros debaixo de água, encontraram o helicóptero”, disse um policial em uma entrevista na costa da Coreia. 

“Agora que o helicóptero foi encontrado, vamos nos concentrar em mais operações de busca e resgate”, disse o oficial, acrescentando que o navio de resgate Cheonghaejin e outro navio de resgate submarino chegarão ao local mais tarde.

A Guarda Costeira disse que um veículo operado remotamente encontrou um corpo próximo ao helicóptero. As autoridades disseram que será possível confirmar a identidade do corpo depois que ele for trazido à superfície.

Ilhas

No Ocidente, estas pequenas ilhas no mar do Japão, que a Coreia do Sul identifica como mar do Leste, são chamadas de “rochedos Liancourt”. No local, existem alguns edifícios, um heliporto e um cais.

Seul controla as ilhotas desde 1945, após o fim da colonização japonesa na península coreana, mas Tóquio reivindica a soberania sobre os rochedos.