EUA proíbem entrada de viajantes vindos do Brasil por causa do coronavírus

A medida passa a valer a partir de sexta-feira (29)

Informações Correio Braziliense e Agência Brasil


Neste domingo (24), o governo dos Estados Unidos, anunciou que a entrada de pessoas vindas do Brasil será barrada. A medida é por conta da pandemia do coronavírus e, segundo a Casa Branca, tem o objetivo de proteger a população americana. A proibição foi estabelecida por um decreto assinado pelo presidente Donald Trump e passa a valer a partir da próxima sexta-feira (29).

O Brasil se tornou, na última sexta-feira (22), o segundo país com o maior número de casos de coronavírus, ao ultrapassar mais de 347 mil casos confirmados e registrar mais de 22 mil mortes por Covid-19. O primeiro é, justamente, os Estados Unidos, que conta com mais de 1,6 milhão de casos e mais de 97 mil mortes.

“Hoje o presidente tomou a ação decisiva para proteger nosso país, ao suspender a entrada de estrangeiros que estiveram no país durante um período de 14 dias antes de buscar a admissão nos Estados Unidos”, diz um comunicado da secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany.

Na nota, ela acrescenta que “as novas restrições não se aplicam aos voos comerciais entre os EUA e o Brasil”. Também que a ação visa “garantir que estrangeiros que estiveram no Brasil não se tornem uma fonte adicional de infecções” ao país norte-americano.

A medida não vale, no entanto, para moradores dos Estados Unidos e cônjuges. Também não se aplica aos convidados do governo.

O consultor de segurança nacional da Casa Branca, Robert O’Brien disse, antes da publicação do decreto, que os EUA iria impor restrições de viagem ao Brasil.

“Esperamos que seja temporário, mas, devido à situação no Brasil, tomaremos todas as medidas necessárias para proteger o povo americano”, disse O’Brien.

Trump sinalizava que iria restringir

O presidente Trump, disse na terça-feira que considerava impor uma proibição de viagens para passageiros provenientes do Brasil.

“Não quero pessoas vindo para cá e infectando nosso povo. Também não quero que as pessoas fiquem doentes por lá. Estamos ajudando o Brasil com respiradores… O Brasil está tendo problemas, não há dúvida sobre isso”, acrescento Trump a repórteres na Casa Branca.

Trump suspendeu a entrada da maioria dos viajantes da China, onde o surto começou, em janeiro. No início de março, ele impôs restrições de viagem a pessoas vindas da Europa.