Volta com V de vitória: Chape joga bem e vence o clássico contra o Avaí na Arena Condá

Verdão abre boa vantagem na disputa e pode perder de até um gol na Ressacada para passar para a semifinal do Campeonato Catarinense

Foto: Márcio Cunha/ACF

Após 115 dias de futebol parado em Santa Catarina, enfim rolou a bola na Arena Condá, em Chapecó (SC). Na noite desta quarta-feira (8), a Chapecoense recebeu o Avaí pela primeira partida das quartas de final do Campeonato Catarinense. Com um futebol veloz e bem armado, o Verdão dominou a partida e venceu o Leão da Ilha por dois a zero. Os gols da partida foram marcados por Luiz Otávio e Anselmo Ramon.

O primeiro chute pós-parada devido a pandemia do coronavírus da Chape foi do atacante Paulinho Moccelin. Logo no primeiro minuto da partida, o camisa 94 do Verdão arrancou pelo lado esquerdo, puxou para a direita e chutou, mas a bola foi por cima do gol.

O Verdão era superior no início da partida e aos 4’, a Chape quase abriu o placar. Novamente Paulinho pelo lado esquerdo, passou pelo lateral Lourenço e cruzou, mas a bola foi forte de mais. Anselmo Ramon entrava livre na área, mas não conseguiu alcançar a bola.

A primeira chance do Avaí na Arena Condá aconteceu aos 11’. Após um escanteio da Chape, o Leão da Ilha saiu em contra-ataque. Rildo recebeu a bola na esquerda do campo ofensivo, tentou o drible e perdeu a bola para o meia do Verdão Denner. O atacante do Avaí não desistiu e roubou a bola com um carrinho. Valdívia ficou com a sobra e chutou, João Ricardo em dois lances agarrou a bola.

Após o início melhor da Chape, o Avaí conseguiu igualar as ações no ataque. Aos 23’, Pedro Castro avançou com a bola e tocou para Jonathan. O atacante do Leão da Ilha chutou cruzado, mas fraco, fácil para a defesa do goleiro João Ricardo.


Foto: Márcio Cunha/ACF

A Chape voltou a ter uma grande chance quase no fim do primeiro tempo. Aos 40’, o lateral Matheus Ribeiro, improvisado no ataque, recebeu no lado direito ofensivo, puxou para o meio e chutou forte, mas a bola foi para fora. O primeiro tempo na Arena Condá acabou sem gols.

O Segundo tempo começou com o Avaí melhor. Aos 5’, o lateral Lourenço recebeu a bola e puxou para o meio. Ele chutou, a bola pegou no gramado molhado da Arena Condá e parou nas mãos de João Ricardo.

Após o primeiro ataque do Avaí no segundo tempo, a Chape se apresentou no ataque. Aos 8’, Anselmo Ramon fez o papel de camisa 10. Ele saiu da posição no ataque, arrumou espaço e deu um belo passe para Matheus Ribeiro. O lateral improvisado no ataque trouxe para a perna esquerda e chutou forte no ângulo, mas o goleiro do Avaí fez linda defesa. Logo depois, aos 9’, na cobrança de escanteio, finalmente o gol aconteceu na volta do futebol em Chapecó. Após o cruzamento na área, William Oliveira tentou dominar a bola e ela sobrou para Luiz Otávio. O zagueiro do Verdão, com a categoria de um camisa 9 chutou para o fundo das redes do goleiro Lucas Frigeri.


Foto: Márcio Cunha/ACF

Depois de marcar o gol, o Verdão dominou a partida. Aos 16’, Anselmo Ramon novamente conseguiu abrir espaço na defesa do Avaí com um passe. Dessa vez, ele tocou a bola para Anderson Leite, que chutou cruzado, mas Lucas Frigeri salvou o Leão da Ilha.

O Verdão continuava melhor e criava as melhores chances da partida. Aos 25’, acabou a seca, Anselmo Ramon marcou o primeiro gol com a camisa da Chape. Após cobrança de escanteio, Luiz Otávio desviou a bola para o segundo pau. O camisa 9, sozinho chutou forte para as redes do Avaí.


Foto: Márcio Cunha/ACF

A Chape conseguiu controlar o jogo até o final. Final na Arena Condá, com uma bela atuação, o Verdão abriu boa vantagem no jogo de ida das quartas e final do Catarinão.

No jogo de volta, no domingo (12), na Ressaca, em Florianópolis, a Chape joga por qualquer empate e pode até perder de um a zero, que se classifica para a semifinal do Campeonato Catarinense.

Ficha Técnica

Chapecoense x Avaí

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)

Data: 08 de julho de 2020, Quarta-feira

Horário: 20h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Rafael Traci

Assistentes: Helton Nunes e Eder Alexandre

Chapecoense: João Ricardo 1; Ezequiel 30, Joílson 33, Luiz Otávio 3 e Alan Ruschel 28; Matheus Ribeiros 2 (Rone Carlos 17), Anderson Leite 26 (Ronei 15), William Oliveira 29 e Denner 8 (Lima 32); Paulinho 94 (Alan Grafite 72) e Anselmo Ramon 9. Técnico: Umberto Louzer.

Avaí: Lucas Frigeri 1; Lourenço 97 (Da Silva 47), Betão 3, Airton 80 (Rafael Pereira 33) e Capa 6; Ralf 70, Pedro Castro 7 (Arnaldo 2) e Wesley 20; Valdívia 10, Jonathan 39 (Gastón Rodrigues 9) e Rildo 11 (Vinicius Jaú 30). Técnico: Rodrigo Santana.

Cartão Amarelo: Valdívia (AVA), Anderson Leite (CHA) e Anselmo Ramon (CHA).

Gols: Luiz Otávio (CHA) e Anselmo Ramon (CHA).