“Você precisa de atletas”, diz treinador da Chapecoense

Na última partida, o Departamento Médico do Verdão tinha 12 jogadores


Foto: Márcio Cunha/ACF

Neste temporada, a Chapecoense sofre muito com as lesões. Em entrevista coletiva, após a primeira partida do Brasileirão da Série B, Umberto Louzer disse que conversa com o Departamento de Futebol para trazer novos nomes e forçar o elenco.

“A gente tem conversado com a diretoria. É uma competição longa em um ano atípico. Você precisa de atletas”, disse o treinador.

Na última semana, a Chapecoense anunciou a chegada do atacante Lucas Tocantins – que estava no FC Cascavel. Além dele, nos próximos dias, Thiago Ribeiro deve ser anunciado. “Buscar as qualidades para acrescentarmos valores e, com isso, conquistar o que desejamos no ano”, ressaltou Umberto Louzer.

Por se tratar de um ano de pandemia, para a Chapecoense, os jogos do campeonato nacional irão até o final do mês de janeiro. “Precisamos de um número maior de atletas do que era de costume”, finalizou o treinador.

Na última partida o treinador da Chapecoense não contou com: Anderson Leite, Alan Santos, Fernandinho, Guedes, Hiago e Moisés Ribeiro (lesionados); Tiepo (em transição); Rone (vetado pelo DM); Vini Locatelli (quarentena); Roberto, Regis, Anselmo Ramon (vetados após positivarem para Covid-19).