Vice-líder! Chape vence o clássico contra o Avaí, mantém o 100% em casa e entra no G-4 da Série B

Na Arena Condá, Verdão tem quatro jogos e quatro vitórias; Chape tem um ponto e uma partida a menos em relação ao líder Paraná

Foto: Márcio Cunha/ACF

A Chapecoense é vice-líder do Campeonato Brasileiro da Série B. Após a vitória de 1 a 0 no clássico contra o Avaí, na Arena Condá em Chapecó (SC), o Verdão ingressou no G-4 da competição. A partida deste domingo (6) foi válida pela oitava rodada do torneio. O gol do jogo foi marcado pelo atacante Perotti. Em relação ao Paraná, líder da Série B, a Chape tem um ponto e uma partida a menos.

Com mais posse de bola, a Chapecoense começou melhor o clássico contra o Avaí. Logo aos 3’, com uma marcação alta, Matheus Ribeiro pressionou Valdívia. A bola sobrou para Perotti que tocou para Anderson Leite. O volante da Chape, da entrada da área chutou, mas a bola foi por cima do gol de Lucas Frigeri.

A Chape continuava com mais posse de bola e pressionava a zaga do Avaí. Aos 9’, Perotti recebeu de Ronei e vai em direção ao gol, mas é parado com falta. Na cobrança, Rafael Santo chutou por baixo da barreira e Lucas Frigeri encaixou a bola no meio do gol. Aos 12’, mais uma vez a Chape teve a chance de abrir o placar. Paulinho Moccelin recebeu a bola no lado esquerdo, cortou para o meio e chutou. O goleiro do Avaí tentou encaixar a bola, deixa escapar e quase leva um frango na Arena Condá.

A pressão da Chape era efetiva, onde os jogadores do Verdão criavam as melhores chances da partida. Aos 14, Ronei recebeu a bola no lado direito do ataque. O meia arrumou a bola e chutou, mas mais uma vez a bola foi alta e passou por cima do gol de Frigeri.


Foto: Márcio Cunha/ACF

A grande chance do Avaí no primeiro tempo aconteceu aos 28’. O lateral Arnaldo cruzou na área, Daniel Amorim arrumou de cabeça para Pedro Castro, que muito próximo ao gol de João Ricardo cabeceou por cima da meta.

Sem muito brilho das duas equipes, o primeiro tempo terminou sem gols na Arena Condá.

A primeira chance do segundo tempo foi verde e branca. Logo aos 4’, Anderson Leite cobrou o lateral para Ronei, o meia da Chape cruzou na área. Aylon apareceu bem e cabeceou, mas Frigeri fez boa defesa e salvou o Avaí.

O jogo na Arena Condá estava equilibrado, mas em uma bela jogada da Chape, o zero saiu do placar. Aos 9’, Matheus Ribeiro lançou a bola para Perotti, que ganhou de Ralf na velocidade e chutou rasteiro, na saída de Frigeri.



Minutos após marcar o gol, a Chape teve outra grande chance. Aos 12’, Rafael Santo recebeu na esquerda, invadiu a área e chutou cruzado, mas a bola foi para fora. O detalhe no lance foi que o meia Foguinho entrava livre pelo meio.

Após o gol da Chape, o Avaí criou a sua grande chance no segundo tempo até então. Aos 17’, Daniel Amorim recebeu a bola dentro da área e bateu forte, mas o goleiro da Chape João Ricardo salvou e evitou o empate.

Atrás no placar, o Avaí tentou pressionar a Chape e criou boas chances no ataque. Aos 30’, o meia Valdívia chutou de fora da área e João Ricardo defendeu. Cinco minutos depois, aos 35’, novamente Valdívia arriscou de fora da área, mas desta vez o chutou foi mais forte e no canto. João Ricardo pulou e fez grande defesa.

Nos últimos minutos de jogo, a Chape quase marcou o segundo gol. Aos 47’, Foguinho deu um belo passe para Anselmo Ramon, que na cara de Frigeri chutou para fora.

O Avaí tentou uma pressão final, mas sem resultado. Fim de jogo na Arena Condá, Chapecoense 1, Avaí 0.

Com a vitória, a Chapecoense subiu para a segunda colocação da competição, com 16 pontos, um a menos que o líder Paraná, que tem 17 pontos. O verdão volta a campo na quarta-feira (9), contra o Brusque, para a primeira partida da final do Campeonato Catarinense 2020.

Chapecoense x Avaí

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)

Data: 06 de Setembro de 2020, domingo

Horário: 11h (horário de Brasília)

Árbitro: Ramon Abatti Abel (CBF/SC)

Assistentes: Johnny Barros de Oliveira (CBF/SC) e Thiago Americano Labes (AB/SC)

Chapecoense: João Ricardo 1; Matheus Ribeiro 2, Joílson 33, Luiz Otávio 3 e Rafael Santos 36; Willian 29, Anderson Leite 26 (Lima 32) e Ronei 15 (Foguinho 45); Paulinho Moccelin 94 (Busanello 90), Aylon 18 (Anselmo Ramon 9) e Perotti 77 (Régis 83). Técnico: Umberto Louzer.

Avaí: Lucas Frigeri 1; Arnaldo 2 (Emerson Turcão 98), Rafael Pereira 33, Betão 3 e Capa 6; Ralf 70 (Gastón Rodriguez 9), Jean Martim 18 (Bruno Silva 8) e Pedro Castro 7; Valdívia 10, Romulo 77 (Lourenço 97) e Daniel Amorim. Técnico: Geninho

Cartão Amarelo: Joilson (CHA), Capa (AVA), Perotti (CHA), Anderson Leite (CHA), Bruno Silva (AVA), Willian (CHA) e Paulinho Moccelin (CHA)

Gol: Perotti (CHA).