Umberto Louzer se consolida em clássicos pela Chapecoense

O técnico do Verdão vive o seu melhor momento na carreira


Foto: Márcio Cunha/ACF

O técnico Umberto Louzer vive o seu melhor momento na carreira. Para comprovar tal afirmação basta ver o momento da Chapecoense, vice-líder na Série B, com um jogo a menos que o líder Paraná, e na final do Catarinense. Mas os feitos dos treinador não param por aí, à frente do Verdão do Oeste, o treinador conseguiu se consolidar quando o assunto é clássico.

No último domingo (6), o treinador comandou a Chapecoense em mais uma vitória contra o Avaí. Esta foi a segunda vitória contra o rival, em um histórico que também conta com um empate. Umberto também participou de um empate diante do Figueirense. Portanto, quando o assunto é clássico, pela Chapecoense, o retrospecto é de quatro jogos, duas vitórias e dois empates.


Foto: Márcio Cunha/ACF

“Acredito que, como todo ser humano, temos que buscar evoluir e esse é um aspecto que busquei evoluir. Nós vivenciamos algumas situações em outras partidas como essas e isso acaba trazendo experiência ao longo do tempo, então acredito que seja um processo natural de amadurecimento e evolução como um todo. Busco sempre me atualizar, estudar para ser uma melhor pessoa e consequentemente um melhor profissional”, afirmou o treinador.

Mas o histórico em clássico nem sempre foi favorável ao treinador. Umberto também participou destas partidas em outros três estados: São Paulo, Goiás e Curitiba. Em São Paulo, no Guarani, Louzer comandou o Bugre em duas partidas contra a Ponte Preta e somou uma derrota e um empate.

No Vila Nova, o treinador esteve presente apenas na derrota para o Goiás. Já em Curitiba, pelo Coritiba, foram duas partidas contra o Paraná e uma contra Athletico Paranaense, sendo: uma vitória, uma derrota e um empate respectivamente.


Foto: Márcio Cunha/ACF

“Eram situações específicas mas que tiveram muito valor no meu processo de evolução, em cada clássico mencionado consegui tirar algum aprendizado e esse processo de observação e autocrítica é muito importante para sempre estar evoluindo. Sei que ainda tenho muito pra melhorar e é também por isso que sigo trabalhando”, explicou Louzer.

Apesar de não ser um clássico, Umberto Louzer tem pela frente uma partida importantíssima. Na próxima quarta-feira (9), às 21h30, na Arena Condá, a Chape recebe o Brusque pelo primeiro jogo da final do Campeonato Catarinense.