Eficaz na bola aérea, Chape vence o Brusque em casa e larga na frente na Final do Catarinense

No domingo, Verdão pode ser campeão catarinense 2020 com uma derrota de até um gol ou empate

Foto: Reprodução/Chapecoense

A Chapecoense deu um importante passo para ser campeã catarinense 2020. Na Arena Condá, em Chapecó (SC), o Verdão foi muito eficaz na bola aérea e venceu por dois a zero o Brusque, na primeira partida da final do Campeonato Catarinense. Os gols da partida desta quarta-feira (9) foram marcados pelos zagueiros Luiz Otávio e Joílson.

Com Denner em campo e uma formação mais ofensiva, a Chape iniciou o jogo com uma forte pressão na zaga do Brusque. Logo aos 4’, o Verdão cruzou a bola para a área, Anselmo Ramon apareceu bem e cabeceou, mas Zé Carlos bem posicionado espalmou para escanteio.

Apesar de ter mais posse de bola, o Brusque não conseguia criar grandes chances de gol. A Chape se aproveitava de falhas do time do Vale do Itajaí para chegar a meta adversária. Aos 10’, após erro na saída de bola do Brusque, Anselmo Ramon recebeu dentro da área e finalizou, mas a bola foi para fora.

O Verdão continuava melhor, mesmo sem a posse de bola e criava as melhores oportunidades da partida. Aos 14’, Denner foi lançado dentro da área e na cara de Zé Carlos ele finalizou. O goleiro do Brusque conseguiu defender a bola com o pé.

‘Água mole em pedra dura tanto bate até que fura’. O dito popular nunca fez tanto sentido como nesta quarta-feira na Arena Condá. Após três grandes chances, o Verdão abriu o placar. Aos 20’, em cobrança de falta, Luiz Otávio ficou com ela dentro da área e chutou forte para abrir o placar para a Chape.



Bem postada, a defesa da Chape conseguia acabar com todas as jogadas ofensivas do Brusque. O time do Vale do Itajaí criava chances nas bolas paradas. Aos 29’, Thiago Alagoano cobrou uma falta com força, mas João Ricardo espalmou e salvou a Chape.

A última chance do primeiro tempo foi verde e branca. Aos 45’, Aylon recebeu belo lançamento e invadiu a área do Brusque. O atacante da Chape arrumou o corpo e finalizou, mas o chute saiu errado e foi para fora. Fim da primeira etapa, Chape 1, Brusque 0.

Atrás no placar, o Brusque iniciou a segunda etapa no ataque. Aos 7’, Ronaell cruzou na área, Fabinho ajeitou de cabeça para Thiago Alagoano que dominou e chutou forte, mas a bola foi a esquerda do gol de João Ricardo.

O jogo ficou equilibrado e as duas equipes não conseguiam criar grandes chances. A bola parada era a arma principal da partida. Aos 19’, após cobrança de escanteio, Luiz Otávio subiu mais alto que a zaga do Brusque que cabeceou, mas ela foi por cima.

Em mais uma bola parada, a Chapecoense marcou o segundo gol. Aos 28’, após uma cobrança de falta de Paulinho Moccelin, a bola foi desviada pela zaga do Brusque e Joílson apareceu livre para marcar o gol para o Verdão.


Foto: Márcio Cunha/ACF

Após o gol do Verdão, a equipe do Brusque não teve mais forças para buscar o gol. Fim de partida em Chapecó, Chapecoense 2, Brusque 0.

Com a vitória na Arena Condá, a Chape pode ser campeã catarinense 2020 com uma derrota de um gol de diferença. O empate também faz o Verdão campeão. A partida de volta ocorreu no estádio Augusto Bauer, em Brusque, no próximo domingo (13), às 16h.

Chapecoense x Brusque

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)

Data: 09 de Setembro de 2020, quarta-feira

Horário: 21h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Diego da Costa Cidral (FCF/SC)

Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (CBF/SC) e Gizeli Casaril (FCF/SC)

Chapecoense: João Ricardo 1; Matheus Ribeiro 2, Joílson 33, Luiz Otávio 3 e Alan Ruschel 28; Willian 29, Anderson Leite 26 (Ronei 15)  e Denner 8 (Vini Locatelli 10); Paulinho Moccelin 94, Aylon 18 (Ezequiel 30) e Anselmo Ramon 9. Técnico: Umberto Louzer.

Brusque: Zé Carlos 1; João Carlos 22 (Edilson 2), Ianson 3, Éverton Alemão 4 e Ronaell 6; Rodolfo Portiguar 5, Zé Mateus 8 e Thiago Alagoano 10; Alex Sandro 7 (Dandan 18), Marco Antônio 11 e Fabinho 9 (Johnny 17). Técnico: Jerson Testoni

Cartão Amarelo: Luiz Otávio (CHA), Paulinho Moccelin (CHA), Vini Locatelli (CHA) e Marco Antônio (BRU)

Gol: Luiz Otávio (CHA) e Joílson (CHA).