Com direito a “Lei do Ex”, Chape perde para o Fortaleza e continua na lanterna do Brasileirão - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Com direito a “Lei do Ex”, Chape perde para o Fortaleza e continua na lanterna do Brasileirão

Ex-Chapecoense, Wellington Paulista marca duas vezes e garante o triunfo do Leão

Foto: Márcio Cunha/ACF

Com direito a “Lei do Ex”, a Chapecoense perdeu mais uma no Campeonato Brasileiro. Na Arena Castelão (CE), o Verdão levou dois gols de Wellington Paulista, ex-atacante do clube e foi derrotada pelo Fortaleza. A partida nesta quarta-feira (9) foi válida pela 24ª rodada.



O início de jogo na Arena Castelão foi bem truncado no meio-campo. As duas equipes criavam poucas chances no ataque. A Chape tinha pouca inspiração na criação das chances e Everaldo ficava isolado no ataque verde e branco. A primeira chance de jogo foi aos 16’, quando Romarinho driblou, levou para o meio e chutou, o goleiro da Chape João Ricardo espalmou a bola.

O Fortaleza, em casa, era melhor e tinha a principais chances da partida. A Chape se defendia como podia, mas não conseguia armar contra-ataques para assustar a zaga do time cearense. Aos 29’, Wellington Paulista saiu em velocidade e tocou para Osvaldo, o camisa 11 do Fortaleza, cortou para o meio, tirou o zagueiro Douglas da jogada e chutou de longe, mas a bola acerta a trave do gol de João Ricardo.

O Verdão conseguiu chegar com perigo aos 32’. O lateral da Chape Roberto, pegou a bola, tabelou com Campanharo,  fez um lindo giro em cima da zaga e chutou para o gol, mas o goleiro ex-Verdão, Marcelo Boeck defendeu.


Foto: Márcio Cunha/ACF

A última chance do primeiro tempo foi dos donos da casa. Aos 44’, Carlinhos lançou a bola para Osvaldo, mas a bola sobrou com Romarinho, que chutou e João Ricardo faz a defesa. Com pouca inspiração no ataque, o Verdão segurou a força do Leão neste e a partida termina 0x0 neste primeiro tempo.

Logo aos 2’, da segunda etapa o Fortaleza teve um pênalti marcado. Romarinho entrou na área do Verdão e Campanharo faz a falta. Neste momento a famosa ‘Lei do Ex’ entrou em jogo e Welligton Paulista, ex-Chapecoense marcou para o Fortaleza.

Após levar o gol, a Chapecoense entrou na partida e começou a pressionar o Fortaleza em busca do empate. Em dois lances seguidos, o go do Verdão quase saiu. Aos 18’, Camilo levantou a bola na área e Everaldo levou perigo ao gol de Marcelo Boeck. Logo em seguida, aos 19’, em cobrança de escanteio, Elicarlos cabeia bem, mas a bola vai para fora.


Foto: Márcio Cunha/ACF

A “Lei do Ex” não funciona só para jogadores de linha, ele abrange os goleiros também. Aos 26’, Camilo levantou a bola na área, Everaldo arrumou a bola no peito e Roberto bateu para o gol, mas a bola sobrou para Vini Locatelli que também faz a finalização, Marcelo Boeck faz grande defesa e evita o empate da Chape.

Olha a “Lei do Ex” e novamente com Wellington Paulista. Aos 35’, Felipe entregou na entrada da área da Chape para o camisa 9, que limpou e chutou para marcar o segundo do Fortaleza.

No final da partida, a Chapecoense quase conseguiu diminuir o placar. Aos 48’, Everaldo tentou a finalização, mas Boeck fez a defesa. Logo em seguida, aos 50’, Camila finalizou fraco, Paulão se atrapalhou e a bola acertou a trave do Fortaleza. Essas foram as últimas chances do Verdão do jogo.

A derrota faz a Chape ficar mais uma rodada na lanterna do Brasileirão, com 15 pontos. O Verdão volta a campo contra o Cruzeiro, no domingo (13), na Arena Condá.

Ficha Técnica

Fortaleza X Chapecoense

Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)                   

Data: 09 de Outubro de 2019, Quarta-feira
Horário: 20h30 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)

Fortaleza: Marcelo Boeck 1; Tinga 2, Quintero 3, Paulão 4 e Carlinhos 6; Felipe 15, Juninho 55, Edinho 7 e Osvaldo 11 (Marlon 28); Romarinho 20 (Mariano Vázquez 32) e Wellington Paulista 9 (André Luís 99). Técnico: Rogério Ceni. 

Chapecoense: João Ricardo 1; Márcio Araújo 8, Douglas 23, Rafael Pereira 33 e Roberto 33 (Renato Kayzer 9); Elicarlos 86, Gustavo Campanharo 10 (Vini Locatelli 63), Bruno Pacheco 6 e Camilo 88; Régis 83 (Arthur Gomes 27) e Everaldo 77. Técnico: Marquinhos Santos.

Cartão Amarelo: Quintero (FOR), Márcio Araújo (CHA), Felipe (FOR), Wellington Paulista (FOR), Everaldo (CHA), Juninho (FOR)

Gol: Wellington Paulista (FOR) e Wellington Paulista (FOR).