OUÇA AO VIVO

InícioESPORTEPaíses Sul-Americanos apresentam candidatura para sediar a Copa do Mundo de 2030

Países Sul-Americanos apresentam candidatura para sediar a Copa do Mundo de 2030

Saiba mais:

Foto: Divulgação/Conmebol

Quase 100 anos após a primeira Copa do Mundo disputada na América do Sul, os países Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile lançaram oficialmente a candidatura para sediar o maior evento do futebol, no ano de 2030. O presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), Alejandro Domínguez, participou do evento realizado na última terça-feira, (02), em Montevidéu, na capital uruguaia, juntamente com autoridades nacionais e esportivas dos países aliados.

Autoridades do futebol dos quatro países oficializaram a indicação, que espera trazer o evento de volta à América do Sul após o Brasil 2014. Para o lançamento, foi realizada uma coletiva de imprensa no Estádio Centenário de Montevidéu, local emblemático para a ocasião, onde o Uruguai derrotou a Argentina na final por 4-2 para ser coroado o primeiro campeão mundial, no ano de 1930.

“Temos que honrar a memória daqueles que Acreditaram Sempre e apostaram pela primeira vez na organização de uma Copa do Mundo neste continente”. Esta proposta me deixa muito orgulhoso, porque nos ensina a jogar em equipe, e isto foi muito bem compreendido pelos três países que se juntaram ao Uruguai, que é a nação simbólica por sediar e ser o berço do que conhecemos hoje como a maior festa do futebol”, destacou Alejandro Domínguez, durante seu discurso.

- Continua após o anúncio -

Nesse marco, a Conmebol demonstra seu apoio aos quatro países, apontando a posicionar a candidatura como selo de um “Mundial Centenário”.

O objetivo é um desejo de longa data que se começou a formar entre Uruguai e Argentina alguns anos atrás. Em 2017, na prévia de um encontro entre suas seleções pelas Eliminatórias Sul-Americanas, Luis Suárez e Lionel Messi posaram juntos com números em suas camisas que formavam 2030, dando início a uma campanha que, mais tarde, Paraguai e Chile se juntaram.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

123,931FansLike
45,000FollowersFollow
58,867FollowersFollow
6,620SubscribersSubscribe