Pais homenageiam dupla de zaga do Grêmio e batizam os filhos como Geromel e Kannemann - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Pais homenageiam dupla de zaga do Grêmio e batizam os filhos como Geromel e Kannemann

Informações Globo Esporte

Os gêmeos Leonardo Geromel e Eduardo Kannemann – Foto: Arquivo pessoal

Até onde vai o amor por um clube de futebol? Para Mozart Silveira Neto e Giovana Badin Crippa Silveira, gremistas de Porto Alegre, pode ir até os filhos. No dia 13 de maio, o casal homenageou Geromel e Kannemann, dupla de zagueiros do Grêmio, considerada uma das melhores da América e batizou os filhos gêmeos como Leonardo Geromel Badin Silveira e Eduardo Kannemann Badin Silveira.

Em entrevista ao GloboEsporte.com, Mozart contou que foi pego de surpresa e que ficou “assustado” quando descobriu que seriam gêmeos. Quando recebeu a notícia que seriam meninos, logo teve a ideia de batizá-los com os nomes dos zagueiros gremistas.

“Aqui em casa, somos todos gremistas. Sou frequentador assíduo dos jogos, estava em todos os últimos títulos. Quando descobri que eram gêmeos, fiquei meio assustado, mas depois, pensei “qual a dupla do momento?”. Logo veio a dupla Geromel e Kannemann. Quando descobri que eram meninos, aí não teve mais volta.” conta Mozart, de 35 anos.


Bebês foram registrados como Geromel e Kannemann — Foto: Reprodução

De acordo com o pai, cada gremista que sabia da homenagem recebia a notícia com alegria. Afinal, Geromel e Kannemann são ídolos da torcida.

“A cada gremista que eu contava que estávamos grávidos esperando o Geromel o Kannemann era uma euforia só. Já os colorados é que não gostam muito” brinca.

A ideia dos nomes foi do marido, mas contou com apoio da mãe. Conforme Giovana começou como uma brincadeira que se tornou realidade.

“A ideia é divertida, né? Eu não me opus. A ideia é dele (marido), mas teve meu apoio. Até o registro, ainda tinha dúvidas. Mas aí foi tranquilo” conta a mãe.

A dupla de zaga do Grêmio é titular indiscutível desde 2016. Geromel foi convocado para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia e Kannemann era figurinha carimbada nas convocações argentinas, mas não foi a Copa América devido a uma lesão.


Geromel e Kannemann na conquista da Recopa na Arena — Foto: Lucas Uebel / Grêmio