Fifa The Best: Messi é eleito o melhor do mundo pela sexta vez e empata com Marta

Argentino se iguala a brasileira Marta e agora os dois tem mais prêmios de melhores do mundo; Brasileiro Alisson foi eleito melhor goleiro do mundo

Foto: Reprodução/Twitter The Best

Nesta segunda-feira (23), a Federação Internacional de Futebol (Fifa) realizou a maior festa de premiações individuais do futebol mundial, o “Fifa The Best”. O evento realizado em Milão, na Itália consagrou pela sexta vez o argentino Lionel Messi como melhor jogador do mundo. Agora, Messi empatou com a brasileira Marta e os dois são os jogadores que possuem o maior número de prêmios de melhor jogador do mundo. Na premiação, o brasileiro Alisson foi eleito o Melhor Goleiro do Mundo e a americana Megan Rapinoe venceu a Melhor Jogadora do Mundo.

Messi melhor do mundo


Foto: Reprodução/GloboEsporte.com

Neste ano, o argentino concorria com o holandês campeão da Champions League com o Liverpool (Inglaterra), Virgil van Dijk e o seu maior rival, o português Cristiano Ronaldo.  É a sexta vez que Messi vence o prêmio, as outras foram em: 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015.

Megan Rapinoe vence o prêmio de melhor jogadora


Foto: Reprodução/GloboEsporte.com

No feminino, quem levou o Fifa The Best foi a americana Megan Rapinoe. Além de ser campeã da Copa do Mundo na França neste ano, Rapinoe foi a artilheira e a melhor jogadora do torneio. A atleta do Reign FC (EUA) superou a também americana Alex Morgan, do Orlando Pride (EUA) e a inglesa Lucy Bronze do Lyon (França).

Alisson é eleito o melhor goleiro do mundo



O goleiro brasileiro Alisson, que atua no Liverpool da Inglaterra foi anunciado pela rainha Marta como melhor goleiro do mundo. Ele superou  o compatriota Ederson, no Manchester City (Inglaterra) e o alemão Ter Stegen, do Barcelona (Espanha).

As seleções do ano

No masculino, os brasileiros Marcelo e Alisson foram eleitos para a seleção do mundo. O time ficou com: Alisson (Brasil); De Ligt (Holanda), Sergio Ramos (Espanha), Van Dijk (Holanda) e Marcelo (Brasil); Modric (Croácia), De Jong (Holanda) e Eden Hazard (Bélgica); Mbappé (França), Cristiano Ronaldo (Portugal) e Messi (Argentina).



O técnico do ano foi o alemão que comanda o Liverpool, Jürgen Klopp.

Na seleção do ano feminina, apenas a rainha Marta está nas 11 melhores. A seleção ficou com: Sari van Veendaal (Holanda), Lucy Bronze (Inglaterra), Nilla Fischer (Suécia), Kelly O’Hara (EUA) e Wendie Renard (França); Julie Ertz (EUA), Amandine Henry (França) e Rose Lavelle (EUA); Alex Morgan (EUA), Megan Rapinoe (EUA) e Marta (Brasil).



A melhor técnica foi a americana Jill Ellis, que comandou a seleção dos Estados Unidos ao título da Copa do Mundo da França.