Ex-jogador da Seleção Brasileira foi preso durante operação da Polícia Civil - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Ex-jogador da Seleção Brasileira foi preso durante operação da Polícia Civil

Roni- Ex-jogador do Fluminense Foto: TV Globo / Reprodução Portal G1

O ex-jogador do Fluminense e da Seleção Brasileira, Roni, foi preso neste sábado (25), durante um jogo entre Botafogo e Palmeiras, que acontecia no estádio Mané Garrincha, em Brasília.  O presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal, Daniel Vasconcelos também foi preso. Eles são suspeitos de fraudar dados de arrecadação para pagar menos pelo aluguel do estádio.

 Conforme o Portal G1, a prisão foi feita em uma operação da Polícia Civil, após investigar um grupo criminoso especializado em fraudas na realização de jogos. Os investigadores suspeitam que eram realizadas inserções de dados falsos nos boletins financeiros dos jogos. O grupo informava valores de arrecadação menor, para pagar menos importo e também um aluguel menor pelo estádio, em Brasília.

Presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal, Daniel Vasconcelos
Foto: TV Globo/Reprodução Portal G1

Mandados

Neste sábado, foram cumpridos sete mandados de prisão temporária e 19 mandados de busca e apreensão. A autorização foi feita pela justiça. Segundo o G1, a Polícia Civil informou que a investigação apontou indícios de associação criminosa, falsidade ideológica, estelionato e sonegação fiscal.

As buscas foram realizadas em Brasília, Luziânia, no Entorno do DF e em Goiânia. Os policiais buscam provas nas casas dos investigados, em empresas e na Federação Brasiliense de futebol.

Segundo o Globo, Roni, após encerrar a carreira de jogador, “virou empresário e passou a negociar a compra de mandos de campo de grandes times do futebol brasileiro”.

Informações Portal G1 e Globo