Após polêmica na arbitragem do jogo contra o São Paulo, Grêmio pedirá anulação da partida

Em nota, presidente do clube gaúcho Romildo Bolzan que “Equívocos, descritérios, erros e a omissão do VAR em lances capitais da partida colocam a arbitragem brasileira sob suspeição.”

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Em nota oficial, o Grêmio informou neste domingo (18) que pedirá a anulação da partida contra o São Paulo realizada no sábado (17), no Estádio Morumbi, em São Paulo (SP). O clube gaúcho contestou a arbitragem do catarinense Rafael Traci e as avaliações do árbitro de vídeo Elmo Alves Resende Cunha (GO). O jogo era válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro e terminou 0 a 0.

O Grêmio se sentiu prejudicado em quatro lances: dois supostos pênaltis não marcados em Pepê e em Geromel; faltas em Alisson e Luiz Fernando que seriam para expulsão. Uma mudança na escala de arbitragem antes da partida, também incomodou o clube gaúcho.


Suposta falta de Reinaldo (São Paulo) em Geromel (Grêmio) – Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Na última quinta-feira (15), membros da direção do São Paulo se reuniram com o presidente da comissão de arbitragem, o ex-árbrito gaúcho, Leonardo Gaciba para discutir erros contra o tricolor paulista.

Após o encontro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu que o árbitro Rafael Traci seria mantido na arbitragem do confronto, mas Rodolpho Toski Marques, escalado para o VAR, que havia apitado a última partida do São Paulo, pela Copa do Brasil contra o Fortaleza na última quarta-feira (14) e também foi bastante criticado pela forma de comandar o jogo foi substituído por Elmo Alves Resende Cunha.

Confira a nota divulgada pelo Grêmio

Na manhã deste domingo, em face à arbitragem desastrosa e danosa do jogo contra o São Paulo, ocorrido na noite do último sábado, após a concessão da troca do quadro arbitral, o Presidente Romildo Bolzan Jr comunica que pedirá a anulação da partida, bem como investigação da reunião realizada entre membros da CBF com a parte responsável que motivou a mudança na escala do árbitro do VAR.

“Equívocos, descritérios, erros e a omissão do VAR em lances capitais da partida colocam a arbitragem brasileira sob suspeição.”