Petrobras diz que vai monitorar preço internacional do petróleo - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Petrobras diz que vai monitorar preço internacional do petróleo

No sábado, refinarias da Arábia Sauditas foram atacadas

Por Agência Brasil

Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Petrobras informou, por meio de nota, que está monitorando o mercado internacional de petróleo, em função dos ataques a campos petrolíferos na Arábia Saudita. Os ataques aéreos aos campos sauditas de Abqaiq resultaram na elevação dos preços internacionais do petróleo. Por enquanto, não há previsão de reajuste de preços nos produtos negociados pela estatal, como os combustíveis e derivados de petróleo.
 
Segundo a Petrobras, a cotação internacional do petróleo apresenta volatilidade e a alta súbita de preços “pode ser atenuada na medida em que maiores esclarecimentos sobre o impacto na produção mundial sejam conhecidos. A Petrobras decidiu por  acompanhar  a  variação  do  mercado  nos  próximos dias  e  não fazer um  ajuste de forma imediata”, diz a nota.

Ataque

Uma ataque com drones atingiu refinarias de petróleo na Arábia Saudita no último sábado (14). A Arábia Saudita é o maior exportador de petróleo do mundo. O ataque provocou redução na produção e fez o preço do barril disparar no mercado internacional.

Os rebeldes houthis do Iêmen reivindicaram a autoria do atentado, mas os Estados Unidos – que apoiam os sauditas- acreditam que o Irã estaria por trás do ataque. Contudo, os iranianos negam envolvimento.