Governo de Santa Catarina divulga plano estratégico para a retomada das atividades econômicas

Segundo plano, serviços privados não essenciais como: shopping centers, bares, restaurantes e comércio em geral terão autorização parcial para fazer as atividades

Foto: Divulgação/ Governo de Santa Catarina

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL) divulgou nesta quinta-feira (26), um plano estratégico para a retomada das atividades econômicas no Estado. O objetivo do projeto é buscar o equilíbrio entre as ações do Plano, a fim de que Santa Catarina retome suas atividades gradualmente, para garantir aos empregados e empregadores segurança jurídica, econômica e sanitária. 


Leia Mais: Número de casos confirmados sobe 20% e Santa Catarina registra 149 pessoas infectadas pelo Covid-19


Proibição De Atividades

Permanecem suspensas as seguintes atividades, pelo prazo de sete dias, a contar de quarta-feira, (01):

a) A circulação de veículos de transporte coletivo urbano municipal e intermunicipal de passageiros;

b) A circulação e o ingresso no território catarinense de veículos de transporte interestadual e internacional de passageiros, público ou privado, bem como veículos de fretamento para o transporte de pessoas;

Autorização Parcial de Atividades

Ficam autorizadas parcialmente as seguintes atividades, por prazo indeterminado:

A partir de segunda-feira (30):

 a) agências bancárias, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito, exclusivamente para atendimento de pessoas que necessitem de serviços bancários presenciais.

A partir de quarta-feira (01):

a) As atividades e os serviços privados não essenciais, a exemplo de academias, shopping centers, bares, restaurantes e comércio em geral;

b) Atividades do setor hoteleiro;

c) Atividades de Construção Civil;

d) Os escritórios de prestação de serviços em geral;

e) Os centros de distribuição e depósitos;

Regras de funcionamento

1) Para estabelecimentos com permissão de atendimento ao público e entrada de pessoas:

a) limitação de entrada de pessoas em 50% (cinquenta por cento) da capacidade de público do estabelecimento, podendo este estabelecer regras mais restritivas;

b) controle de acesso e marcação de lugares reservados aos clientes, bem como o controle da área externa do estabelecimento, respeitadas as boas práticas e a distância mínima de 1,5 m (um metro e cinquenta centímetros) entre cada pessoa.

2) priorização do afastamento, sem prejuízo de salários, de empregados pertencentes ao grupo de risco, tais como pessoas com idade acima de 60 (sessenta) anos, hipertensos, diabéticos e gestantes;

3) priorização de trabalho remoto para os setores administrativos;

 4) adoção de medidas internas, especialmente aquelas relacionadas à saúde no trabalho, necessárias para evitar a transmissão do coronavírus no ambiente de trabalho e no atendimento ao público;

5) utilização de veículos de fretamento para transporte de trabalhadores, ficando a ocupação de cada veículo limitada a 50% (cinquenta por cento) da capacidade de passageiros sentados;

Autorização Total de Atividades

Ficam autorizadas totalmente as seguintes atividades, a partir de quarta-feira (01):

 a) Os serviços autônomos, domésticos e os prestados por profissionais liberais.