OUÇA AO VIVO

InícioCULTURAVeja como foi o evento-teste que reuniu 500 pessoas em SC

Veja como foi o evento-teste que reuniu 500 pessoas em SC

Participantes estavam com a imunização concluída e respeitaram os protocolos contra a Covid-19

Santa Catarina foi palco de um dos primeiros eventos-teste do país, nesta quinta-feira (29) na Grande Florianópolis (SC). O local escolhido foi o Teatro Ademir Rosa, do Centro Integrado de Cultura (CIC), que, após 16 meses, recebeu o show gratuito da Camerata Florianópolis interpretando Mendelssohn e Beethoven. Dos mais de 900 lugares disponíveis, cerca de 500 foram utilizados para acompanhar a apresentação e servir como demarcação de segurança sanitária. Cada participante será monitorado por pesquisadores pelos próximos 15 dias. 

“Nossa intenção com o evento foi ir além de um concerto musical. Foi avaliar a segurança sanitária de eventos desse porte por meio de pesquisa científica. Colheremos o resultado daqui a alguns dias. Mas o acontecimento já foi um primeiro passo importante. Trabalhamos de forma uníssona e multissetorial, com a contribuição de todos. Com os protocolos sanitários da Secretaria de Estado da Saúde (SES), a pesquisa da Univali e Unisul, o apoio do Senac e da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), além do acompanhamento próximo da nossa Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (SANTUR), tivemos o máximo cuidado com as pessoas”, apontou o governador Carlos Moisés.

Medidas sanitárias adotadas 

- Continua após o anúncio -

O evento-teste seguiu a prática das determinações sanitárias de prevenção ao novo Coronavírus, com o uso de máscaras do modelo FFP2, o distanciamento de 1,5m, poltronas marcadas e sinalizações diferentes para cada região da plateia. Além disso, não houve a permissão do consumo de bebidas e alimentos dentro do Teatro. A plateia foi formada apenas por moradores da Grande Florianópolis, completamente imunizados, com as duas doses ou dose única da vacina contra a Covid-19, que haviam passado por teste RT-PCR durante a semana.

A partir de agora, a Secretaria e as Universidades Unisul e Univali acompanharão por 15 dias as respostas imunológicas dos participantes. Depois de cinco dias, haverá novos testes RT-PCR para todos que participaram do evento. 

O superintendente de Vigilância em Saúde, Eduardo Macário, sublinhou essa união científico-cultural do estudo: “Esse evento foi o reflexo de um longo trabalho em conjunto de pesquisa aplicada. Nossa intenção aqui é analisar comportamentos, atitudes, práticas, o que precisa ser aperfeiçoado e o impacto que gera algo assim, com alto nível de segurança”.

A apresentação do evento-teste foi uma interpretação da Camerata de Florianópolis de Mendelssohn e Beethoven. Ela começou pouco depois de 20h. 

Outros eventos-teste 

Esse foi o primeiro de cinco eventos-teste que o setor planeja fazer nas próximas semanas. Após o primeiro espetáculo cultural, a Santur projeta ainda um congresso, uma feira, um jantar e um evento esportivo. As inscrições e confirmações de datas, como no caso da Camerata, serão anunciadas pelo governador Carlos Moisés. 

Após o evento, a Univali e a Unisul farão um relatório completo com todas as orientações e apontamentos avaliados durante o estudo. Houve muita preocupação dos pesquisadores quanto a fraudes. De acordo com a equipe, muitos países enfrentaram problemas com intercambiamento, onde pessoas se passavam por vacinados na apresentação de documentação. Para isso, para garantir um sistema antifraude, houve uma dupla validação. 

A intenção dos pesquisadores, pós-evento teste, é que o método de estudo desenvolvido em Santa Catarina seja publicado em periódicos específicos e que sirva de referência nacional e internacional para outros estados e nações.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

123,931FansLike
45,000FollowersFollow
59,705FollowersFollow
6,620SubscribersSubscribe