RIP Twitter: Rede social testa função parecida com stories e desagrada usuários

Twitter usa público brasileiro para testar nova funcionalidade

Com informação Agência Brasil

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil / divulgação TWITTER

A rede social Twitter anunciou nesta quarta-feira (4) que uma nova funcionalidade chamada “Fleets” será testada em primeira mão por usuários brasileiros. Similar ao “Stories” do Instagram, o recurso permite ao usuário postar vídeos, fotos e textos que desaparecem após 24 horas. Essas postagens temporárias não podem ser comentadas ou republicadas, e não ficam arquivadas após o término período. Outras redes sociais, como o Whatsapp, o Snapchat e o Facebook também possuem esse tipo de funcionalidade. A novidade não agradou usuários, sendo que RIP
(descanse em paz) Twitter é um dos assuntos mais comentados na rede social.

“O Twitter serve para ter conversas sobre coisas que importam”, disse Mo Aladham, gerente de produtos da rede social e idealizador do “Fleets”. “Muitas pessoas se dizem desconfortáveis em tuitar pelo fato da informação ser pública, de ter uma sensação permanente, e te ter métricas visíveis. Queremos criar conversas de novas maneiras, que tenham menos pressão e mais controle”, afirmou o funcionário.

De acordo com o perfil oficial do Twitter, a razão do Brasil ter sido escolhido como ambiente de teste foi o intenso diálogo que os brasileiros mantêm na rede social. O Brasil, de acordo com as estatísticas da rede social, está em segundo no ranking de uso do serviço de microblogging, atrás apenas dos Estados Unidos. 

“Pensamentos rápidos”

A nova funcionalidade não estará disponível na timeline (a seção de conteúdo) convencional. Para acessá-la, os usuários devem clicar no avatar dos perfis que produziram os Fleets.

A origem do nome da nova funcionalidade, de acordo com Mo Aladham, é o termo “fleeting thoughts”, que, em tradução livre, significa “pensamentos rápidos, efêmeros”.


Repercussão

A novidade gera muitos comentários na rede social, sendo um dos assuntos mais comentados no Brasil. Com a hashtag RIP Twitter (Descanse em paz Twitter) os internautas reclamam da nova ferramenta. Até as 16h tinha mais de 70 mil tweets.

Confira algumas manifestações de usuários: