Lajeado São José está com 25% de capacidade em Chapecó

De acordo com a Casan, o abastecimento está normal mas é monitorado

Foto: Pedro França/Agência Senado

A estiagem que afeta a região Oeste teve impacto significativo no nível de abastecimento do Lajeado São José, em Chapecó. De acordo com a Companhia Catarinense de Água e Saneamento (Casan), o nível de abastecimento do Lajeado São José está em 25%.

A situação é crítica, mas de acordo com a Casan, não há registro de falta de água no município. Mesmo com o consumo tenha aumentado cerca de 30% depois que o decreto de situação emergencial foi decretado pelo Governo do Estado – o que fez com que boa parte da população permanecesse em casa -, o consumo de água continua alta, mas teve uma retração.

De acordo com Luciano Buligon, prefeito de Chapecó, a BRF parou de utilizar a água do Lajeado São José para dar andamento às atividades. A empresa, de acordo com o prefeito, utiliza água de caminhão pipa. Ele ressalta que os níveis de água estão baixos desde 29 de janeiro. A orientação para a população, no momento, é racionar a água. 


Orientações da Casan para o uso racional da água

– Banho: esse é um dos momentos em que mais gastamos água
É natural que o banho seja também um momento de prazer e relaxamento, mas ter consciência sobre o quanto se gasta com o chuveiro aberto ajuda a reduzir esse tempo.

É claro que tudo depende do tipo de chuveiro, se você mora em casa ou apartamento, mas, em média, gasta-se em torno de 6 litros de água por minuto. Então, em um banho de 20 minutos, o gasto de água pode chegar a 120 litros.

Em um banho de 5 minutos (se você passar a marcar verá que não é pouco tempo), é possível reduzir o uso da água para 30 litros de água.

Em apartamentos, os números são mais alarmantes: um banho de 15 minutos consome 243 litros de água. Reduzindo o tempo para 5 minutos, a economia pode chegar a 162 litros.

Evite escovar os dentes, se barbear ou depilar embaixo do chuveiro.

Escovar os dentes com água corrente: é preciso?
Quando você escova os dentes durante cinco minutos com a torneira não muito aberta, gasta aproximadamente 12 litros de água em casa e 80 litros em apartamento. Se fechar a torneira enquanto escova os dentes, e enxaguar a boca com um copo d’água, pode economizar 11,5 litros em casa e de 79 litros em apartamento.

Descarga: é preciso atenção nesse momento em que se gasta muita água!
Não aperte a descarga mais tempo do que o necessário.

Um vaso sanitário com válvula e tempo de acionamento de 6 segundos gasta cerca de 12 litros. Quando a válvula está defeituosa, pode chegar a gastar até 30 litros. Por esta razão, deve-se manter a válvula da descarga sempre regulada, consertando-se os problemas assim que forem notados.

Além disso, é importante não fazer o vaso sanitário de lixeira, jogando cabelos, cigarros, papeis ou outros materiais que vão exigir que a descarga seja acionada várias vezes.