Golpe ''sequestro do WhatsApp'' é novamente registrado em Chapecó - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Golpe ”sequestro do WhatsApp” é novamente registrado em Chapecó

Veja como se proteger do golpe

Várias pessoas estão entrando em contato com a Polícia para relatar sobre um suposto golpe no WhatsApp. As vítimas contam que os suspeitos entram em contato e ‘’sequestram’’ a conta do alvo.

Segundo relatos de vítimas, os suspeitos entram em contato com as pessoas pelo WhatsApp, no perfil os criminosos usam fotografias de conhecidos das vítimas. Os suspeitos ainda pedem um código que chega via SMS para o alvo, a partir deste código o aplicativo é ‘’sequestrado’’.

O jornalismo do ClicRDC entrou em contato com uma vítima que preferiu não se identificar, ela relatou que recebeu uma mensagem no WhatsApp de um colega de trabalho. Ainda segundo a vítima o número que enviou a mensagem não estava salvo na lista de contatos.

Na mensagem o suspeito alegava que estava criando um grupo de trabalho no WhatsApp, e que a vítima receberia um SMS com um código. Com este suposto código que a vítima recebeu seria possível criar o grupo. Ao passar o número para o suspeito, dentro de minutos o aplicativo foi hackeado.

Após o fato, um amigo da vítima entrou em contato com ela informando que um perfil com fotos e com informações da própria vítima estava pedindo dinheiro emprestado se passando pela pessoa.

Segurança

Para reforçar a segurança da sua conta no WhatsApp, existe um método por meio de uma senha que é cadastrada nas configurações do aplicativo.

Siga o passo a passo: Vá em em configurações.

Foto: Divulgação/Rede Sociais

Depois siga para opção Conta

Foto: Divulgação/Rede Sociais

Clique em Confirmação em duas etapas

Foto: Divulgação/Redes Sociais

E termine o processo ativando o PIN de segurança

Foto: Divulgação/Redes Sociais