Folha de pagamento do governador de SC repercute na internet e gera discussão

Moisés recebe pelo cargo de governador e de coronel da reserva do Corpo de Bombeiros


O contracheque do mês de novembro de 2019 do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva repercutiu nas redes sociais nos últimos dias. O que chamou a atenção foi o valor da folha de pagamento que totalizou R$ 83.179,36. O valor total é referente a duas funções: como governador e coronel reserva do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina. Além disso, pelo que conta no portal de transparência, no valor está incluso a parcela do 13º salário dos dois cargos.



Os dados estão disponíveis no portal de transparência do governo de Santa Catariana. Segundo o que consta no portal, o total de R$83.179,36 é o valor bruto. Na remuneração recebida pelo cargo de governador, por exemplo, o valor bruto do mês é de R$30 mil, sendo que R$ 15 mil são referente ao salário do mês, mais a parcela do 13º salário. Na folha ainda consta que do valor bruto teve a dedução de R$ 14.942,66, com isso o valor líquido foi R$ 15.057,34  



A remuneração do cargo de coronel da reserva do Corpo de Bombeiros foi de R$ 53.179,36, já com o valor do 13º salário. Com os desconto o valor líquido ficou em R$ 22.995,18. Na prática, com as duas remunerações o salário líquido do governador, no mês de novembro, alcançou R$ 38.052,52.


Valor referente ao cargo de Coronel reserva do Corpo de Bombeiros de SC

No mês de outubro, o valor bruto da folha de pagamento do governador foi de R$ 41.589,68. O valor líquido, com os descontos, totalizou R$29.423,68: sendo R$ 18.145,01 (líquido) referente ao cargo de coronel da reserva do Corpo de Bombeiros e R$ 11.278,67 do cargo e governador.


Valor bruto da folha de pagamento do Governador no mês de outubro

Conforme o jornalista Marcelo Lula, Moisés vetou um projeto de lei – no início do ano – que proibia a acumulação dos rendimentos de aposentadorias/pensões, com os salários de cargos eletivos e comissionados.

“O veto segue na Assembleia Legislativa que tem o poder em plenário, de derrubá-lo”, informou o jornalista.

Rendimento de governadores anteriores 

Em 2018, o então governador Eduardo Pinho Moreira – que assumiu no lugar de Raimundo Colombo – teve na folha de pagamento do mês de novembro o valor bruto de R$ 63.575,37, com a parcela do 13º salário. Deste valor, R$ 30 mil eram referentes ao cargo de governador e R$33.575,37 referente a uma pensão especial.



Segundo consta no portal transparência, a folha do pagamento de novembro de Raimundo Colombo teve rendimento bruto 53.324,44, já acrescido da parcela do 13º salário. O pagamento era referente a pensão especial.


No ano anterior, quando estava no cargo de governador, a folha de pagamento foi R$30 mil, igual ao vencimento pago ao Moisés, no que refere ao cargo no executivo.


Repercussão nas redes sociais

O contracheque do governador repercutir em grupos do Whatsapp e também no Twitter.

https://twitter.com/oClaudioRoberto/status/1208911896675569664