OUÇA AO VIVO

InícioGERALApós casos de sarna, município catarinense cancela aulas em duas unidades de...

Após casos de sarna, município catarinense cancela aulas em duas unidades de ensino

Confira o comunicado:

Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira (17), a prefeitura de Balneário Camboriú, no Litoral de Santa Catarina, informou que cancelou as aulas nos Núcleos de Educação Infantil (NEI) Rio das Ostras e Sementes do Amanhã, para verificação cuidadosa de possíveis novos casos de escabiose (sarna) na rede municipal. Conforme a Administração Municipal, três casos isolados de escabiose foram notificados nesta segunda-feira. Dois deles no NEI Pioneiros e um caso no CEM Vereador Santa.

Confira o comunicado da prefeitura de Balneário Camboriú

Prefeitura faz pente fino na rede de Educação para prevenir casos de escabiose

Prefeitura faz pente fino na rede de Educação para prevenir casos de escabiose 

- Continua após o anúncio -

A Prefeitura de Balneário Camboriú, por meio das Secretarias de Educação e de Saúde, está procedendo verificação cuidadosa de possíveis novos casos de escabiose na rede municipal. Os Núcleos de Educação Infantil (NEI) Rio das Ostras e Sementes do Amanhã estão sem aulas até o próximo dia 24 de junho, passando por higienização em suas dependências. Três casos isolados de escabiose foram notificados nesta segunda-feira (17). Dois deles no NEI Pioneiros e um caso no CEM Vereador Santa.

A Secretaria de Educação em parceria com a Secretária de Saúde desenvolveram um material para conscientizar os pais dos alunos e prevenir o avanço da doença e seguem orientando e acompanhando os casos nas Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Pronto Atendimento da Cidade.

Recomendações para a comunidade escolar:– Familiar e pessoas próximas sa pacientes com diagnóstico positivo devem procurar o médico para o tratamento específico;
Lavar as roupas de banho e de cama com água quente;
– O paciente com diagnóstico positivo deve ficar em casa, enquanto durar a infestação;
– Lembre sempre de lavar constantemente as mãos;
– Manter o ambiente escolar sempre bem arejado e limpo;
– Orientar os pais para que comuniquem a escola no caso de confirmação do diagnóstico;
– Realizar a limpeza dos objetos manipulados pela criança doente com água e sabão e posteriormente com álcool 70%, a fim de evitar a contaminação de outras crianças;
– Permitir o retorno da criança após avaliação do serviço de saúde;
–  Comunicar a Unidade Básica de Saúde.

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

146,000SeguidoresCurtir
103,500SeguidoresSeguir
55,600SeguidoresSeguir
12,800InscritosInscreva-se