OUÇA AO VIVO

InícioALESCComissão de Agricultura pede que governador dobre recursos do Leite Bom SC

Comissão de Agricultura pede que governador dobre recursos do Leite Bom SC

Deputado Altair Silva (PP) – FOTO: Rodolfo Espínola/Agência AL

Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural da Assembleia Legislativa solicitou que o governador Jorginho Mello dobre os investimentos disponíveis para o programa Leite Bom SC. De acordo com os parlamentares, os recursos de R$ 300 milhões são insuficientes para atender a demanda no estado. A indicação para a ampliação dos valores foi aprovada durante sessão ordinária na última quinta-feira (20).

Segundo o presidente do colegiado, deputado Altair Silva (PP), “é de extrema relevância que mais produtores possam ser contemplados pelo programas de investimento. Muitos não tiveram a oportunidade de acessá-los por conta do baixo número de cotas previstas para os municípios. Precisamos garantir que um número maior de pessoas possa investir e melhorar a qualidade do leite, do rebanho e dos equipamentos da propriedade para o desenvolvimento da atividade leiteira”.

Os parlamentares da Comissão de Agricultura salientaram que diversos produtores procuraram a Epagri em seus municípios e foram surpreendidos com a notícia de que as cotas previstas para a cidade já haviam se esgotado, o que causou bastante frustração, uma vez que o Pronampe Leite SC e o Financia SC Leite eram muito aguardados pela classe.

- Continua após o anúncio -

“Acreditamos que o governador Jorginho Mello vá olhar com carinho para a situação dos nossos trabalhadores rurais. Ele tem ciência da importância dos programas de investimento para nossos produtores, que já foram bastante lesados pela importação do leite que estava ocorrendo em Santa Catarina, pelas intempéries climáticas, pelo baixo valor de venda do litro de leite e aumento constante dos insumos. O Executivo também sabe da importância do agronegócio para o estado, que representa 30% do PIB catarinense”, finaliza Altair Silva.

O programa
O Leite Bom SC é um pacote de três medidas criado com o objetivo de auxiliar a cadeia produtiva. É formado pelo decreto que suspende os benefícios fiscais para a importação do leite e derivados, pelos financiamentos aos produtores e pela concessão de incentivos fiscais para a indústria leiteira.

O Pronampe Leite e o Financia SC Leite irão disponibilizar R$ 150 milhões em três anos para subsidiar juros de empréstimos bancários e conceder financiamentos sem juros, via Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR), visando garantir investimentos no setor leiteiro.

Por Alesc

Publicidade

Notícias relacionadas

SIGA O CLICRDC

146,000SeguidoresCurtir
103,500SeguidoresSeguir
55,600SeguidoresSeguir
12,800InscritosInscreva-se