Enderson Moreira é o mais cotado para assumir a Chape

Em reunião realizada na noite de hoje, diretoria definiu ‘Plano A’. Treinador está no América-MG e já trabalhou com Rui Costa no Grêmio, em 2014

A queda de Mancini abriu a possibilidade da Chapecoense analisar o trabalho de outros treinadores do futebol brasileiro. Após a chegada da delegação verde e branca no Aeroporto Serafim Enoss Bertaso, no início da noite de hoje, os diretores do Clube se reuniram para definir prioridades na busca de um novo comandante. Embora o departamento de futebol não confirme, o nome mais cotado para assumir o cargo é de Enderson Moreira.

Aos 45 anos, Enderson está no comando técnico do América-MG. O Clube mineiro é o 3º colocado da Série B, com 19 pontos somados em 11 jogos. O treinador já trabalhou com o diretor-executivo da Chape, Rui Costa, entre 2013 e 2014, no Grêmio. A passagem no Tricolor Gaúcho durou sete meses. Depois, acumulou passagens por Santos, Atlético-PR, Fluminense, Goiás e América-MG, onde chegou em 2016. 

Embora a prioridade já esteja definida, a direção ainda trabalha com a hipótese de contratar Vinícius Eutrópio, atualmente sem clube. Antônio Carlos Zago não foi descartado. Outro que aparece na lista de prováveis contratações é Argel Fucks, porém, o nome do treinador perdeu força ao longo do dia devido a rejeição por parte da torcida do Verdão. Gilmar Dal Pozzo, hoje no Juventude, também foi cogitado. Entretanto, o agente do técnico rechaçou a ideia: “Queremos cumprir o contrato e continuar vivendo o sonho do acesso”.

Caso o negócio com Enderson Moreira se concretize, a Chape deverá anunciá-lo oficialmente durante esta quarta-feira (05). 

Enderson Moreira poderá ser o substituto de Mancini na Chape (Alexandre Schneider/Getty Images South America)