AGENDA CULTURAL - 16 A 20 DE AGOSTO - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

AGENDA CULTURAL – 16 A 20 DE AGOSTO

de 05 a  27 de agosto

cinema ao ar livre

05/08 – Praça Emílio zandavalli
horário: 18h
06/08 – praça marcelino champagnat
horário: 18h
13/08 – complexo esportivo verdão 
15/08 – praça da liberdade
horário: 18h30
17/08 – associação dos moradores do passo dos fortes 
horário:19h
19/08 – praça paulo marques 
horário: 18h30
20/08 – praça coronel bertaso
horário: 18h 
23/08 – centro comunitário vila real 
horário: 19h30
24/08 – parque alberto fiN
HORÁRIo: 19h 
26/08 – ecoparque
horário: 18h30
27/08 – complexo esportivo verdão 
horário: 18h30

quarta-feira 16/08 

sarau poético a casa da mãe joana 

local: biblioteca públia municipal neiva maria costela
horário: 18h30
entrada gratuita

O Sarau Poético A Casa da Mãe Joana segue o fluxo de suas atividades itinerantes pelo Brasil e em parceria com a Biblioteca Pública Municipal Neiva Costella de Chapecó ocupa seu espaço para celebrarmos a poesia, a arte e a rima!
Presenças confirmadas:
Movimento Hip Hop Combativo
Isaías Alves
Juanita Gutiérrez

quinta-feira 17/08

Filme: “Quando meus pais não estão em casa”

local: sesc chapecó
horário: 19h30
entrada gratuita 

sinopse: Em 1997, durante a crise financeira asiática, Teresa, uma filipina recém-chegada a Singapura em busca de uma vida melhor, torna-se empregada da família Lim. Eles tentam se adaptar à presença dessa estranha, que ameaça ainda mais a sua já tensa relação com o filho. Ainda assim, Teresa e Jiale, o problemático garoto de quem ela cuida, formam um forte vínculo. Essa conexão continua a se desenvolver, e Teresa se torna uma parte silenciosa dessa família.

quinta-feira 17/08 

Espetáculo: A Pereira da Tia Miséria

Local: Praça Coronel Ernesto Bertaso
Horário: 15:00
evento gratuito 

Sinopse: “A Fome personificou-se em uma criança nascida da Miséria, separou-se de sua mãe e, desde então, percorre o mundo trazendo sofrimento a todos. Tia Miséria, no dia em que deveria morrer, engana a Morte, que acaba ficando presa em sua árvore. Em um acordo feito diante do olhar de todos, Tia Miséria liberta a Morte e pede em troca que a sua vida não seja levada. Decide, então, viver ingenuamente procurando pelo seu filho para que, somente junto dele, possa abandonar este mundo que nunca os quis.”
Comentários do Facebook