Menina de seis anos, filha de caxambuense, é encontrada morta no Paraná - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Menina de seis anos, filha de caxambuense, é encontrada morta no Paraná

A garota estava desaparecida desde a última terça-feira (26). Corpo foi encontrado na noite desta quarta-feira (27).

Garota estava desparecida desde o último dia 26. (Reprodução)


A pequena Tabata Fabiana Crespilho, de apenas seis anos, estava desaparecida em Umuarama, no Paraná, desde a última terça-feira (26). Nesta quarta-feira (27), um suspeito foi preso pela Polícia Civil e confessou ter assassinado a menina. O homem seria conhecido da família da criança. 

O suspeito, Eduardo Leonildo da Silva,  de 30 anos,  foi interrogado e teria confessado que assassinou a menina, conforme publicou o G1. Após a prisão do homem, moradores tentaram invadir a delegacia da cidade.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Fernando Martins, o suspeito foi transferido da delegacia após o início da manifestação. O homem teria sido levado a outra unidade da região.

Pai da menina morou em Chapecó

O clicRDC conversou com familiares de Tabata, que informaram que o pai da menina, Fabrício Junior da Rosa, é natural da cidade de Caxambu do Sul e, ainda pequeno, mudou-se para Chapecó. Há cerca de 14 anos mudou-se para Balneário Camboriú, onde conheceu Fernanda, com quem teve Tabata. O casal se separou há cerca de três anos, quando mãe e filha foram morar em Umuarama. O pai continua  em Balneário Camboriú.

Tumulto 

Um grande tumulto aconteceu em frente à delegacia, onde o homem prestava depoimento. Um vídeo, que circula nas redes sociais, mostra o momento em que a delegacia é depredada por populares: