Temperaturas altas: doenças virais de verão - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Temperaturas altas: doenças virais de verão

Intoxicações alimentares e viroses são mais comuns nessa estação

Verão é época em que os cuidados devem ser redobrados com a alimentação. Os casos de intoxicação alimentar e diarreia tendem a ser mais comuns nesta estação. Isso se dá ao fato do aumento do consumo e bebidas contaminadas ou conservadas de maneira inadequada.
De acordo com os dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria do Estado de Saúde, nos últimos quatro anos Santa Catarina registrou 242 surtos de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA). Em comparação a 2017, os casos das DTA, são 1.115 casos a menos até setembro de 2018.

Sintomas

Os sintomas geralmente são náuseas, fraqueza, dor abdominal e palidez. O maior risco é a desidratação, que pode ocorrer através de diarreia ou vômito.

Transmissão

As viroses são extremamente contagiosas, podem sobreviver até sete dias nas superfícies. Elas são transmitidas de pessoa para pessoa através de alimentos ou água contaminados.
O quadro de contaminação geralmente dura de um a cinco dias.

Como evitar

Alimentos fora do prazo ou com aparência estranha não devem ser consumidos.
A higienização dos alimentos e das próprias mãos é a forma mais importante para evitar a contaminação.
Não tomar banho em lugares impróprios, ou que a água pareça ser suja.

A Coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Karina Giachini, afirma que essas viroses são muito comuns pelo fato das pessoas viajarem mais e ficarem mais expostas aos fatores externos. E não prestarem atenção aos cuidados de higiene.

Comentários do Facebook