Outubro Rosa 2018 contará com várias ações em Chapecó - ClicRDC | Notícias de Chapecó e região

Outubro Rosa 2018 contará com várias ações em Chapecó

Lançamento da 11ª edição aconteceu na manhã desta segunda-feira (1ª), na Unimed Chapecó.

Evento de abertura da 11ª edição aconteceu na manhã desta segunda-feira (Foto: Pedro Viana/ClicRDC)


Outubro é o mês do “Outubro Rosa”, movimento que ganha força a cada ano com um objetivo de conscientizar as mulheres sobre a prevenção contra o câncer de mama. A abertura da 11ª edição da campanha aconteceu na manhã desta segunda-feira (1º), no Hospital Unimed, em Chapecó.

Como de praxe, nesta edição que vai até o dia 31, serão desenvolvidas várias ações que visam orientar e esclarecer dúvidas sobre prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama.

Entre as ações que serão desenvolvidas durante o mês, inclui-se uma surpresa em um dos jogos da Chapecoense na Arena Condá. Também acontecerá a entrega de panfletos e outros materiais orientativos pelas ruas da cidade.

A diretora hospitalar, doutora Carolina Cipriani Ponzi, comenta que o tratamento precoce pode evitar maiores complicações, inclusive a morte por conta da doença. “O auto exame, conhecimento do próprio corpo é fundamental para que nódulos pequenos, muitas vezes, em seus estágios iniciais possam ser avaliados e tratados com a maior precocidade possível”, afirma.

Ponzi ainda explica que, o segredo é não ter medo de quando encontrar o nódulo na mama. Além disso, orienta para que no momento da descoberta, procure um atendimento médico seja na unidade básica de saúde, com seu médico ginecologista. “Com quem tenha confiança desse nódulo ser avaliado”, comentou.  

O mês de conscientização é uma campanha mundial e auxilia mulheres de das mais variadas idades a obter informações sobre a doença, além de fomentar a importância dos exames necessários. “O segredo é não ter medo e encarar de frente, sabendo que vai ter apoio para poder fazer esse tratamento e, poder sobreviver”, finaliza.

CÂNCER DE MAMA

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), afirmam que o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres do mundo. No Brasil, depois do de pele não melanoma, responde por cerca de 28% dos casos novos a cada ano.

O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.  

Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Estatísticas indicam aumento da sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento.

Existem vários tipos de câncer de mama. Alguns evoluem de forma rápida, outros, não. A maioria dos casos tem bom prognóstico.

Ainda segundo INCA, até 2013 houveram 14.388 mortes, sendo 181 homens e 14.203 mulheres. Estima-se que, em 2018, aproximadamente 59,7 mil novos casos sejam diagnosticados, apenas no Brasil.