Polícia Federal pede ao STF mais prazo para investigar Temer - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Polícia Federal pede ao STF mais prazo para investigar Temer

PF pediu mais 10 dias porque a perícia no áudio gravado por Joesley Batista, dono da JBS, em um encontro com o presidente, não foi concluída

Crédito: O Estadão


A Polícia Federal pediu neste sábado (10) ao Supremo Tribunal Federal o adiamento do prazo para a conclusão do inquérito aberto para investigar o presidente Michel Temer e o ex-assessor dele Rodrigo Rocha Loures. O prazo acabava no próxima terça-feira (13), mas a PF pediu mais 10 dias porque a perícia no áudio gravado por Joesley Batista, dono da JBS, em um encontro com o presidente, não foi concluída.  Ainda não há decisão do minisitro Luiz Edson Fachin sobre o pedido da PF.

Relembre:

O presidente Michel Temer se recusou a responder as 82 perguntas da Polícia Federal e pediu arquivamento do inquérito contra ele que tramita no Supremo Tribunal Federal. O prazo para que Temer respondesse às questões terminou na sexta-feira (9) às 17h. Temer alegou que a Polícia Federal extrapolou o propósito e fez perguntas com o objetivo de comprometê-lo.