Marina Silva declara voto no segundo turno - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Marina Silva declara voto no segundo turno

A ex-senadora recebeu 1.069.577 votos, o que representou 1% dos votos válidos no primeiro turno.

Em nota divulgada a imprensa na tarde desta segunda feira (22), a ex-senadora e ex-ministra Marina Silva (Rede) declarou, que votará em Fernando Haddad (PT) no segundo turno da disputa à Presidência da República.

“Diante do pior risco iminente, de ações que, como diz Hannah Arendt, “destroem sempre que surgem”, “banalizando o mal”, propugnadas pela campanha do candidato Bolsonaro, darei um voto crítico e farei oposição democrática a uma pessoa que, “pelo menos” e ainda bem, não prega a extinção dos direitos dos índios, a discriminação das minorias, a repressão aos movimentos, o aviltamento ainda maior das mulheres, negros e pobres, o fim da base legal e das estruturas da proteção ambiental, que é o professor Fernando Haddad”, afirmou Marina em nota à imprensa.

Marina disputou, em 2018, sua terceira eleição presidencial. No pleito deste ano, ela recebeu 1.069.577 votos (1,00% dos eleitores). Em 2014, ela também ficou de fora do segundo turno, mas com 22.176.619 votos, o equivalente a 21,32% dos eleitores.

No dia 11, a Rede liberou os filiados para votar como quiserem, mas recomendou que não apoiassem Bolsonaro.  De acordo com o comunicado, a Rede será oposição ao governo de qualquer um dos dois candidatos que vença a eleição porque ambos representam projetos “de poder prejudiciais ao país, atrasados, autoritários e retrógrados”.

*Com informações Gaúcha ZH