Janot pede prisão de Joesley, Saud e do ex-procurador Marcelo Miller - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Janot pede prisão de Joesley, Saud e do ex-procurador Marcelo Miller

.

Caso as prisões sejam autorizadas por Fachin, o acordo de delação premiada firmado entre a JBS e a Procuradoria-Geral da República deve ser rescindido.

(Mateus Bonomi)

 

Nesta sexta-feira (08), o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) as prisões do empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, de Ricardo Saud, executivo da empresa, e do ex-procurador da República Marcelo Miller.Os pedidos foram feitos através de uma ação cautelar. 

Conforme publicou o G1, o pedido está sob sigilo – nem a Procuradoria-Geral da República (PGR) nem o Supremo confirmam que foi enviado. A decisão sobre o pedido será tomada pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no STF.

Caso as prisões sejam autorizadas por Fachin, o acordo de delação premiada firmado entre a JBS e a Procuradoria-Geral da República deve ser rescindido. O termo de delação prevê que o acordo perderá efeito se, por exemplo, o colaborador mentiu ou omitiu, se sonegou ou destruiu provas.

Porém, mesmo que haja suspensão dos termos da delação, as provas já apresentadas continuarão valendo. 

Na segunda-feira (4), a PGR informou que novos áudios entregues pelos delatores da JBS indicam que o ex-procurador da República Marcello Miller atuou na “confecção de propostas de colaboração” do acordo que viria a ser fechado entre os colaboradores e o Ministério Público Federal (MPF). A PGR também suspeita que os delatores podem ter omitido informações.

 

Comentários do Facebook