Dilma fala sobre o impeachment durante aula pública de pós-graduação - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

Dilma fala sobre o impeachment durante aula pública de pós-graduação

.

Ex-presidente integra grade de professores de especialização “A Esquerda no século XXI”

William Ricardo/ClicRDC

 

“Sejam bem vindos à pós-graduação mais polêmica do Brasil” –  assim o deputado Federal Pedro Uczai se referiu em sua fala de abertura da aula pública do curso de pós-graduação “A Esquerda no Século XXI”, que teve a ex-presidente Dilma Rousseff como professora, na noite desta sexta-feira (1º), em Chapecó.

Mais de 600 pessoas compareceram ao evento, que iniciou por volta das 19h45, para acompanhar a fala de Dilma, com o tema  “Partidos Políticos e a Esquerda Brasileira”. 

Durante pouco mais de uma hora de explanação, ela fez um resgate histórico dos diferentes momentos pelos quais o país já passou, com destaque para a época da ditadura e a fase atual do governo. 

A ex-chefe de estado brasileira  lembrou o aniversário de um ano de sua saída definitiva da presidência, completado no dia anterior, 31 de agosto. “Jogaram na lama 54 milhões e meio de votos e feriram uma das cláusulas mais importantes da democracia que é o voto popular”, disse Dilma, que defendeu que não teve espaço para governar entre março de 2014 até abril de 2016, quando foi afastada temporariamente da presidência. Segundo ela hoje o país sente os reflexos da transição de governo. “Hoje quem paga imposto nesse país é a classe trabalhadora, que recebe um salário fixo mensal”, destacou.

William Ricardo/ClicRDC

 

De acordo com Pedro Uczai, a presença de Dilma Rousseff entre os docentes do curso é de grande importância pela bagagem histórica que a ex-presidente carrega. Segundo o deputado, os principais fatores que diferenciam a participação de Dilma são o fato de ela ter formação na área da economia, ter tido experiência como ministra no setor de energia e ter sido presidente do país. 

Conforme Ana Elsa Munari, diretora geral do Instituto  Dom José Gomes, já há mais de 500 interessados em cursar a pós-graduação, em diferentes estados do país. Segundo ela, após o encerramento das aulas em Chapecó, será feita uma avaliação para verificar a possibilidade de levar o proponente para outros estados com a parceria de outras instituições de ensino. Ela destaca que os professores foram escolhidos pelo Instituto Dom José Gomes à partir da análise do contexto histórico que o país vive. 

 

O reitor da Universidade Federal da Fronteira Sul Jaime Giolo, destaca que debater o tema é importante já que a política é um tema de maior importância que acompanha a história da civilização. Conforme ele a ciência política procura contribuir da melhor forma possível para o aperfeiçoamento do aparato de governo.  De acordo com ele, para entender o tema, é importante ouvir quem estuda a política e quem faz a política.

Conforme o reitor, a universidade colocou à disposição as bibliotecas de todas as unidades da instituição e eventualmente serão disponibilizados espaços para as aulas que acontecem nos sábados, com um menor público. 

Durante a semana, aconteceram diferentes manifestações referentes à vinda da ex-presidente à Chapecó. O Clic RDC questionou o reitor sobre o posicionamento da Universidade em relação a isso. Segundo ele, discussões deste tipo não são exclusivas da política e destaca que muitas das discussões são motivadas pela questão partidária e não geram nenhuma surpresa. 

Durante este sábado (02), Dilma lecionará exclusivamente para os alunos matriculados no curso de pós-graduação. O proponente é oferecido pelo Instituto Dom José Gomes em parceria com o Instituto Superior de Filosofia Berthier  e a Universidade Federal da Fronteira Sul. 

 

 

 

 

 

 

Comentários do Facebook