STJD aplica multa de R$ 15 mil a Chape e mantém punições de Reinaldo e Victor Ramos - ClicRDC | Notícias de Chapecó e do mundo

STJD aplica multa de R$ 15 mil a Chape e mantém punições de Reinaldo e Victor Ramos

Julgamento referente ao jogo contra o Cruzeiro, pela Copa do Brasil, foi realizado hoje no Rio de Janeiro. Reinaldo e Victor Ramos enfrentam o Sport e cumprem suspensão somente a partir da próxima rodada

Em julgamento realizado hoje pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, a Chapecoense acabou punida pelos episódios registrados na partida da volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro. Na ocasião, o técnico Vágner Mancini, jogadores e dirigentes reclamaram veementemente da arbitragem do carioca Péricles Bassols. A equipe catarinense acabou eliminada da competição após o empate em 0 a 0.

Leia mais: Chape é denunciada no STJD por objeto que atingiu 4° árbitro

No dia 12 junho, o STJD julgou o caso e absolveu o Clube por conta de um objeto que atingiu o quarto árbitro Evandro Tiago Bender. Victor Ramos e Reinaldo foram punidos, com um e dois jogos de suspensão, respectivamente, após o trio de arbitragem relatar ofensas verbais de ambos os atletas na súmula da partida. O departamento jurídico do Clube entrou com pedido de efeito suspensivo e adiou a decisão para um novo julgamento.

Leia mais: Chape é absolvida no STJD; Reinaldo e Victor Ramos pegam gancho

Na tarde de hoje, o STJD julgou novamente o recurso e decidiu punir a Chapecoense em R$ 15 mil pena invasão de campo praticada por jogadores, dirigentes e membros da comissão técnica. Já a pena de dois jogos para o lateral-esquerdo Reinaldo e de uma partida para o zagueiro Victor Ramos foi mantida.

Os dois jogadores estão aptos a participarem do jogo de hoje à noite, contra o Sport Recife, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Porém, não poderão atuar diante do São Paulo, no próximo domingo (16), na Arena Condá. Reinaldo ficará fora também da partida contra o Santos, marcada para o dia 19 deste mês, pela 15ª rodada da Série A. 

A decisão do STJD não cabe mais recurso. As informações foram confirmadas pelo advogado Marcelo Amoretty. 

Leia mais: Em noite de confusão, Chape é eliminada da Copa do Brasil

Membros da Chapecoense  compareceram ao primeiro julgamento, que aconteceu no dia 12 de junho, no Rio de Janeiro (Globoesporte.com)