No retorno de Guerrero e Nadson, Chape foca em treino de finalizações no CT

Enquanto defensores treinaram bola aérea defensiva, volantes, meias, laterais e atacantes aproveitaram para ‘calibrar’ a pontaria.

A semana com folga no calendário abriu possibilidade para que o técnico interino Emerson Cris organizasse treinamentos incomuns durante a temporada. Na manhã desta quinta-feira (05), inclusive, foi a vez dos volantes, meias e atacantes ‘calibrarem’ a pontaria no treino de finalizações. Enquanto isso, na mesma atividade, os laterais foram os responsáveis pelos cruzamentos e os zagueiros pelo setor de marcação na grande área.

Do lado inverso do gramado, outra atividade organizada pela comissão técnica trabalhava a construção de jogadas ofensivas, também focando nas finalizações. A preocupação com a finalização das jogadas está exposta nos últimos cinco jogos do Verdão no campeonato: foram apenas quatro gols marcados. Em 26 rodadas na Série A, a Chapecoense marcou 30 gols. É apenas o 12ª melhor ataque da competição. 

A maior ‘seca de gols’ é do atacante Wellington Paulista, que no duelo diante do Vasco completou 25 jogos sem balançar as redes.

Retorno

A novidade do treino foi a presença do meia-atacante Fernando Guerrero. O equatoriano está se recuperando de lesão muscular na coxa e participou da atividade de finalizações com o restante do elenco. Quem também está em fase de transição é Nadson, que ainda realiza tratamento no músculo adutor da coxa direita.

Destaque

A atividade de finalização teve como principal destaque o volante Hector Canteros. Recuperado de lesão, o argentino deu qualidade para as jogadas ofensivas e anotou belos gols. Dodô também teve bom aproveitamento. No vídeo, o meia acerta um belo chute no canto esquerdo do goleiro Igor, da base.